Câmara analisa proposta que facilita registro de boletim

Da Redação

Começa a ser discutida na Câmara dos Deputados a descentralização dos boletins de ocorrência (BO), já aprovada pelo Senado (PLS 227/2012). Na Câmara, o primeiro passo será a votação na Comissão de Finanças e Tributação.

A proposta acaba com a exclusividade de delegados de polícia para fazerem BOs e permite que qualquer policial – civil, militar, rodoviário federal ou federal – e mesmo militares durante operações de garantia da lei e da ordem registrem crimes. A ideia é agilizar o início das investigações.

Segundo o autor da proposta, senador Armando Monteiro (PTB-PE), o atual modelo atrasa e inibe o registro de crimes, o que, por sua vez, dificulta o controle, monitoramento, repercussão na mídia e tomada de decisões para o combate aos bandidos.

Para a relatora no Senado, senadora Simone Tebet (MDB-MS), o projeto é um primeiro passo rumo à integração das forças policiais.

Minas Gerais

Em Minas Gerais, por meio do MGapp, aplicativo de serviços do Governo do estado, é possível fazer o registro de Boletim de Ocorrência Eletrônico para os casos de acidente de trânsito sem vítima.

Comentários
×