Calendário brasileiro será puxado para alguns clubes

“Se correr o bicho pega, se ficar o bicho come.”

“Os dirigentes dos clubes enxergam mais do que podem aguentar.”

“Avançam na lua pensando que é queijo.”

“Quem muito quer, acaba ficando sem nada.”

...É! São muitos os ditados populares que poderiam ser usados neste momento e nenhum explicaria, com clareza, o que vai acontecer nas próximas semanas, meses, com alguns clubes de futebol do Brasil. 

Sem folga 

Por competência, isto é verdade, porque se estão nas fases decisivas de muitos torneios é porque fizeram por merecer, mas também pela ganância dos dirigentes — que enxergam apenas o lado financeiro, sem nunca se preocuparem com as perdas técnicas (e mesmo de saúde) que seus jogadores — o maluco calendário brasileiro arrancará os cabelos de muitos. Eles (os atletas) que se virem. Não haverá folga para ninguém nas próximas semanas. 

Financeiro 

E que ninguém duvide de uma verdade. Pelo lado financeiro, muitos dirigentes estão de olho é na Copa do Brasil, e não será surpresa nenhuma se, de cima, não vier a ordem para focar todas as forças no torneio. Afinal, todos estão pensando mesmo é na “gorda” premiação para quem chegar à final. Afinal, R$ 50 milhões para o campeão não é uma grana para se jogar fora. 

Cruzeiro fará 16 partidas em sequência 

Para se ter uma ideia da maluquice que será o calendário para alguns clubes nas próximas semanas, basta o torcedor ter por base os compromissos do Cruzeiro, que fará 16 jogos seguidos, sem nenhuma folga nos meios de semana, até o mês de setembro.

O técnico Mano Menezes agora só terá oportunidade para treinar a equipe na semana que antecede o clássico contra o Atlético, no Mineirão, dia 16 de setembro, pelo returno do Campeonato Brasileiro. 

Sequência 

E não há tempo para lamentações. É focar todas as forças em tudo que vem pela frente e contar com a sorte para não perder jogadores importantes durante a maratona de jogos que vem pela frente.

A começar do duelo desta noite, no clássico contra o América, a Raposa terá de se virar para dar conta de todos os seus compromissos. 

Priorizar 

E que ninguém duvide de uma verdade que vem por aí. Dependendo do rendimento do time nos próximos jogos, Mano Menezes e a diretoria azul vão optar por determinadas competições. Priorizar um torneio será a palavra de ordem na Toca da Raposa. 

Jogos do Cruzeiro até o clássico do returno 

19/07 - Cruzeiro x América (13ª rodada Brasileiro)

22/07 - Cruzeiro x Atlético-PR (14ª rodada Brasileiro)

25/07 - Corinthians x Cruzeiro (15ª rodada Brasileiro)

29/07 - Cruzeiro x São Paulo (16ª rodada Brasileiro)

01/08 - Santos x Cruzeiro (Ida da Copa do Brasil)

05/08 - Vitória x Cruzeiro (17ª rodada Brasileiro)

08/8 - Flamengo x Cruzeiro (8ªs Taça Libertadores)

12/08 - Flamengo x Cruzeiro (18ª rodada Brasileiro)

15/08 - Cruzeiro x Santos (Volta Copa do Brasil)

19/08 - Cruzeiro x Bahia (19ª rodada Brasileiro)

22/08 - Grêmio x Cruzeiro (20ª rodada Brasileiro)

26/08 - Cruzeiro x Fluminense (21ª rodada Brasileiro)

29/08 - Cruzeiro x Flamengo (8ªs Libertadores)

02/09 - Cruzeiro x Internacional (22ª rodada Brasileiro)

05/09 - Botafogo x Cruzeiro (23ª rodada Brasileiro)

09/09 - Sport x Cruzeiro (24ª rodada Brasileiro)

16/09 - Cruzeiro x Atlético (25ª rodada Brasileiro) 

Atlético ficará numa boa? 

Bem, se o Cruzeiro vai se dar mal com o calendário, pelo menos neste ponto o Atlético ficará numa boa. Enquanto seus adversários terão compromissos importantes nos meios de semana, o time alvinegro terá algumas semanas de descanso, com tempo de sobra para o técnico Thiago Larghi preparar a equipe.

Pode até não ser aquilo que a Massa alvinegra almejava, mas as folgas na tabela podem até jogar a favor do Galo. Lembram-se do que aconteceu com o Corinthians campeão brasileiro?

Pois é. Se aproveitarem bem a vantagem de jogar descansados em alguns jogos, os atleticanos podem, sim, tirar proveito desta situação e se dar muito bem no Brasileirão. É esperar o final do ano, para conferir.

Comentários
×