Caem números de empresas abertas

Pablo Santos

O volume de empresas abertas em Divinópolis caiu quase 5% em 2019, quando comparado com o exercício anterior. O número dos empreendimentos extintos, por sua vez, apontou crescimento no ano passado, segundo os dados da Junta Comercial do Estado de Minas Gerais (Jucemg).

Conforme os números apurados, as empresas constituídas na cidade em 2019 somaram 745, contra 781 de 2018, ou seja, queda de 4,8%, apontou a Jucemg.

A média de abertura é de 62 por mês. O período com maior volume de novos negócios foi registrado em maio: 80.  Já dezembro foi o mês com o menor número: 40.

Em Minas Gerais, a Jucemg registrou saldo positivo em abertura de empresas. Conforme os dados, 53.758 novos empreendimentos foram criados – número 15% maior do que os 46.730 negócios formalizados no ano anterior. O mês de julho foi o que apresentou os melhores resultados, com 5.276 constituições, crescimento de 31,5% em relação ao mesmo mês de 2018.

Minas Gerais chegou a 2020 com 751.450 empresas ativas. Agrupadas por porte, 600 mil são microempresas (receita bruta anual igual ou inferior a R$ 360 mil). Já as Empresas de Pequeno Porte (EPP), com faturamento anual entre R$ 360 mil e R$ 4,8 milhões, são 59 mil no estado. Outras 92 mil, por sua vez, são empresas de maior porte, com receita bruta superior a R$ 4,8 milhões por ano. Os registros da Jucemg apontam a tendência de crescimento do setor de serviços, que responde por 65,9% do total de empresas abertas no estado em 2019 – outros 27,9% são estabelecimentos comerciais, e 6,2% são da área industrial.

Extinções

Os números de empresas extintas cresceram em 2019 no município. No ano passado foram extintas em Divinópolis 586, e, no ano anterior, 574, resultando em um crescimento de 2%.

Outubro teve o maior volume de negócios extintos: 72.  Já o mês com o menor, foi abril, com 39, apontou a Jucemg. 

 

Comentários
×