Cadastro escolar é requisito para participar do EJA em 2021

Da Agência Minas

A Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais (SEE/MG) voltou atenções para o aprimoramento da Educação de Jovens e Adultos (EJA), que é oferecida na rede pública estadual de ensino. A ação está sendo chamada de EJA Novos Rumos e vai apresentar, já no próximo ano, mais possibilidades para os estudantes maiores de 18 anos que ainda não finalizaram o ensino médio.

Além da oferta de educação de qualidade e de ser uma oportunidade para o aluno concluir o ensino médio em tempo mais curso, os estudantes que participarem da EJA Novos Rumos serão estimulados a ingressar em cursos de Formação Inicial Continuada (FIC).

Aqueles com 18 anos ou mais interessados em garantir uma vaga na EJA Novos Rumos devem ficar atentos e participar do cadastro escolar, que está com inscrições abertas até esta sexta-feira, 11, no endereço eletrônico cadastroescolar.educacao.mg.gov.br.

Para 2021, a expectativa é de disponibilização de mais de 25 mil novas vagas, chegando próximo a 86 mil alunos matriculados na Educação de Jovens e Adultos. Serão iniciadas turmas em mais cerca de 300 novas escolas, além das 1 mil que oferecem a modalidade de ensino atualmente. Também serão contemplados 100 novos municípios.

EJA Novos Rumos

Para auxiliar o professor no trabalho desenvolvido na EJA Novos Rumos, serão realizadas, em 2021, formações da Escola de Formação e Desenvolvimento Profissional de Educadores de Minas Gerais, unidade vinculada à SEE/MG. Além disso, haverá um documento orientador pedagógico que trará diretrizes para os professores trabalharem em sala de aula. A ideia é que o docente possa desenvolver metodologias que valorizem a experiência de vida do aluno.

A SEE/MG também implementará ações que facilitarão a abertura de turmas da EJA. Muitos locais não conseguiam apresentar a demanda mínima de alunos para formar uma turma e, sabendo da importância dessa política, a partir do próximo ano, haverá a redução do quantitativo mínimo de 35 para 20 estudantes para a formação de turmas, garantindo, assim, a oferta da modalidade.

Mundo do trabalho

Para somar às ações pedagógicas que serão implementadas na EJA, os estudantes dessa modalidade de ensino também terão prioridade na participação em cursos de Formação Inicial e Continuada (FIC) disponibilizados pela SEE a partir do próximo ano. O curso FIC tem finalidade de capacitar, aperfeiçoar e atualizar o estudante que deseja entrar ou retornar ao mundo do trabalho de maneira rápida e eficiente.

Para 2021, a previsão é de que sejam criadas cerca de 12,7 mil vagas para os cursos de qualificação da educação profissional que já formam para o mercado de trabalho com profissões que têm muita demanda em Minas Gerais. Serão vagas para cursos como promotor de vendas, assistente de logística, cuidador de idosos, entre outros.

Cadastro Escolar

No caso da Educação Jovens e Adultos (EJA), o Cadastro Escolar deve ser feito por alunos maiores de 18 anos interessados em retornar aos estudos nesta modalidade, e também por aqueles que estão matriculados em 2020 na rede estadual de ensino e que, por algum motivo, não realizaram a renovação da matrícula.

Aqueles que não têm acesso aos recursos digitais poderão procurar as escolas estaduais e municipais na sua cidade para realizar a inscrição, com a adoção de todas as estratégias de segurança orientadas pela Secretaria de Estado de Saúde (SES/MG) e pela Secretaria de Estado de Educação (SEE/MG), em consonância com as deliberações do Comitê Extraordinário Covid-19. Os pontos de apoio funcionarão das 9h às 16h.

Comentários
×