CAC suspende atendimento

Sindicato vai ao local após denúncia de servidores afastados e alerta de contaminação; servidor está entubado com covid-19

Da Redação

Os atendimentos no Centro de Atendimento ao Cidadão (CAC), localizado na avenida Getúlio Vargas, 121, Centro, foram suspensos em Divinópolis. A Prefeitura determinou a interrupção dos serviços presenciais após o Sindicato dos Trabalhadores Municipais de Divinópolis e da Região Centro-Oeste de Minas Gerais (Sintram) denunciar possível risco de contaminação interna no local. 

Seguindo os protocolos internacionais, a Vigilância Sanitária, juntamente com a Semad, determinou o fechamento do CAC, em decorrência do provável surto de covid-19 no local.  A partir de hoje [ontem] às 13h, todos os serviços serão realizados remotamente — comunicou.

De acordo com a Prefeitura, o atendimento presencial será retomado apenas na próxima segunda-feira, 31, às 12h, após nova testagem de todos os servidores.

— A Administração, garantindo a segurança de todos os servidores, decide que mesmo aqueles servidores que testaram negativo para covid-19 serão colocados em  trabalho home office. Assim, o CAC permanecerá fechado durante o restante da semana (27, 28 e 29 de maio) para a realização de desinfecção, porém garantindo o direito de atendimento ao cidadão — citou.

Denúncia

Representantes do Sintram estiveram na terça-feira, 25, no local para verificar as condições sanitárias após denúncia do risco de contaminação interna. Segundo o relato recebido, cinco servidores municipais estavam afastados com suspeita de covid-19, uma estava entubada e as condições de trabalho não respeitavam os protocolos de segurança.

— Em inspeção no CAC, (...) a diretoria do Sintram, representada pela presidente, Luciana Santos, pelo vice, Wellington Silva, e pela conselheira, Lucilândia Monteiro, verificou várias situações irregulares como falta de distanciamento mínimo entre as mesas de trabalho, que são coladas umas às outras; falta de aferição de temperatura dos servidores e cidadãos que adentram no local; os servidores, que fazem atendimento ao público, não receberam protetores faciais/óculos para maior proteção; não há divisórias de acrílico entre os trabalhadores etc. — detalhou.

O grupo voltou ontem ao CAC, onde servidores estavam sendo testados para a doença. Durante o acompanhamento, o prefeito Gleidson Azevedo (PSC) esteve no local e garantiu que o atendimento será feito de forma remota.

— O que exigimos, e deixamos claro, é que os servidores só voltem a trabalhar quando houver condições adequadas e seguras contra a covid-19. Vários servidores testaram positivo, ainda não nos foi passado o número ao certo, mas temos a confirmação de uma servidora entubada, ou seja, é muito sério e as informações que colhemos no local são, sim, de surto de covid-19 — destacou a presidente do sindicato.

O objetivo, ressalta Luciana, é garantir a segurança não apenas dos profissionais, mas também de quem procura atendimento.

— Esperamos que não só o fechamento mas que todas as medidas solicitadas pelo sindicato sejam efetivadas pela gestão municipal para o retorno seguro dos nossos trabalhadores e da própria população, que busca atendimento. Os servidores devem continuar denunciando, o que está sendo feito é a defesa do direito do trabalhador, ou seja, condições seguras e adequadas para o exercício do trabalho — finalizou.

Canais

Diante do fechamento temporário, a Administração divulgou a lista de como receber atendimento virtual dos serviços oferecidos no CAC:

  • Transporte Fora de Domicílio (TFD): (37) 99141-4119 (celular e WhatsApp);
  • Protocolo da Semusa: (37) 98826-1916 (celular e WhatsApp);
  • Diretoria de Regulação: (37) 3229-6844 (fixo);
  • IPTU: (37) 3229–6528 (WhatsApp) e e-mail iptudivinopolis@gmail.com;
  • Plantão Fiscal: (37) 3229-6523 (WhatsApp);
  • Procon: (37) 3229-6553 e (37) 3229-6551 (WhatsApp);
  • Settrans: (37) 3229-600 (suspensa temporariamente a solicitação de credencial de idoso e deficiente);
  • Bolsa Família: (37) 99150-0018 (todo o serviço de assistência social poderá ser realizado nos Cras e Creas).



 



Comentários
×