Cabeça d'água deixa três mortos em Guapé, no sul do Estado

Da Redação 

Confirmadas três mortes na Cachoeira do Paredão, em Guapé, no Sul do Estado. Segundo informações da Defesa Civil, a informação de que cinco pessoas haviam morrido se deu pelo fato do lugar ser de difícil acesso e sem sinal de celular. Os Bombeiros informaram que não há mais nenhum desaparecido. A cachoeira fica a 15 quilômetros do centro da cidade de Guapé. As três vítimas são da mesma família.

Equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e da Polícia auxiliaram no resgate de pessoas que ficaram ilhadas. Segundo informações, a região é de difícil comunicação e o helicóptero Arcanjo, do Corpo de Bombeiros, também ajudou nas buscas.

O Agora conversou com Richard Reis, que é de Passos. Ele fala que ontem, 01, foi alertado junto com amigos do risco de cabeças d'águas nas cachoeiras

– Comentamos a vontade de nadar e cogitamos ir pra alguma cachoeira. Meus tios que moram aqui a vida toda e inclusive já trabalharam para Furnas e no clube alertaram a gente pra não ir em hipótese alguma para cachoeira, porque vendo o céu, o risco de tromba d'água era certo. No carro decidimos ir para o clube mesmo para nossa segurança. Nadamos e passou um tempo começou a chover. Fomos olhar o celular e minha mãe recebeu a notícia via Whatsapp. Naquela hora ali a gente agradeceu a Deus por estarmos ali e lamentamos pelo ocorrido, disse.

Cabeça d'água

É um fenômeno comum em rios, quando há aumento repentino do volume de água. Em cachoeiras, o fenômeno é perigoso, pois influencia na força da correnteza muito rapidamente.

Comentários
×