Brumadinho: familiares fazem ato em homenagem às vítimas de rompimento da barragem

Da Redação

A população de Brumadinho se juntou hoje, 2, aos familiares e amigos das 270 vítimas do rompimento da barragem do Feijó, para uma homenagem. O ato foi organizado pela Comissão dos Não Encontrados, e às 12h, os parentes das vítimas se reuniram no letreiro da cidade com o intuito de que as vidas perdidas no desastre não sejam esquecidas. O Corpo de Bombeiros continua a busca por oito vítimas que estão desaparecidas.

A homenagem contou com a participação do padre Denis de Oliveira, da Paróquia São Sebastião, que após fazer uma oração, fez um discurso sobre a morte. Logo após os presentes rezaram a ave-Maria, e os nomes de todas as vítimas foram lembrados em voz alta enquanto os familiares respondiam “ausente”. Foi feito ainda um minuto de silêncio, que foi marcado por muita emoção. Balões pretos foram jogados aos céus significando as 270 vítimas e outros oito balões vermelhos representam os não-encontrados.

Buscas

A Operação Brumadinho realizada pelo Corpo de Bombeiros já passou de  mil dias desde o início das buscas pelas vítimas que foram soterradas pela avalanche de lama que se desprendeu da Barragem B1, da Mina Córrego do Feijão, de propriedade da Vale, em 25 de janeiro de 2019.

Comentários
×