Bombeiros trabalham em Brumadinho com o 13° atrasado

Da Redação

Os bombeiros que se dedicam à busca de vítimas do rompimento da barragem de Brumadinho estão, desde sexta-feira, 25, se dedicando ao trabalho, mesmo com o 13° salário atrasado, e os vencimentos parcelados. O Corpo de Bombeiros empenhou 28 homens, nesta segunda-feira, 28, para prosseguirem as buscas. O trabalho árduo requer treinamento, pois os militares precisam fazer as buscas “nadando” na lama, para não afundarem. Os bombeiros se revezam em turnos, e vários servidores de outras cidades foram enviados para Belo Horizonte, para ajudarem nas buscas.

Além dos bombeiros, estão empenhados na operação policiais civis e militares, e profissionais da saúde da Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig), que também estão com o 13° salário atrasado, remunerações parceladas, e sem previsão de quando irão receber o benefício. A última parte dos salários de quem recebe acima de R$ 3 mil só foi depositada ontem. Este mês, o atual governador do Estado, Romeu Zema (Novo), definiu a escala de pagamento para os dias 14, 21 e 28 de janeiro.

De acordo com a Associação dos Praças Policiais e Bombeiros Militares de Minas Gerais (Aspra), os salários de ingresso na corporação são de R$ 4.088, para soldados, e pode chegar até R$ 28 mil para coronéis, levando-se em conta, neste último caso, o topo da carreira, com quinquênios e outras gratificações.

13° salário

No dia 20 de janeiro, Zema prometeu, em uma publicação em sua conta no Twitter, que iria fazer o anúncio do pagamento do 13° salário no dia 25 de janeiro. O anúncio foi adiado por causa da tragédia em Brumadinho. Já neste domingo, 27, o governador voltou a prometer a divulgação da escala de pagamento do benefício ontem, mas até o fechamento desta edição o anúncio não havia sido feito.

Na tarde de sexta-feira, 25, a assessoria do governador chegou a informar que o chefe do Executivo Estadual iria anunciar como pagaria o 13° salário, mas não quando pagaria. Além da escala do benefício, os servidores aguardam a divulgação das datas de pagamento dos salários de janeiro deste ano.

Comentários
×