Bolsa verde

BLOCO DE MODA

 

Wagner Penna 

 

Bolsa verde

 

O ciclo de valorização das empresas de moda com algo além do vestido & sapato continua a se expandir – porém, de forma modificada. A recente etapa de “bolsorização” da moda , isto é, de grandes empresas de moda irem à bolsa de valores para captar recursos, parece ter sinalizado a necessidade de novas decisões disruptivas.

A mais importante é a da sustentabilidade – cujo assunto teve, nesta semana, um exemplo positivo dado pela Gucci. Segundo divulgou a empresa italiana, as metas sustentáveis propostas pela marca foram alcançadas com quatro anos de antecedência. Não é pouca coisa.

Entre os pontos destacados nessa busca para diminuir o seu impacto ambiental está o de reduzir em 40% sua pegada poluente, diminuição em 47% da emissão de gases em sua cadeia produtiva, aumento do uso de energia renovável, proteger a biodiversidade, fomentar a economia circular – e por aí afora. 

Traduzindo: para conquistar os novos consumidores (geração Z), não basta estampar um ramo de folhas na t-shirt e nem fazer um jardim na porta da fábrica. Para ficar no mercado ou ampliar seu público, é preciso realmente ser sustentável com ações concretas.

 

VAIVÉM

 

  • A diminuição do ritmo da pandemia e a previsão de que, em breve, os acontecimentos sociais voltarão a acontecer já está levando otimismo às marcas que trabalham com moda festa. Um exemplo é o da Vivara – cujas ações subiram na bolsa de valores nos últimos dias.

 

  • O estilista Celso Afonso fotografou sua nova coleção de bolsas, para o verão 2022, com várias peças de destaque sendo clicadas. A modelo da campanha é a bela Júlia Amorim – uma das boas novidades no circuito fashion.

 

  • A criatividade está mesmo estimulando as marcas de moda. Até mesmo nos lançamentos da linha Cruise (mais prática e comercial), das grifes europeias, entraram na onda. Um exemplo é a coleção da Louis Vuitton, feita pelo Nicholas Guesquière, na qual inspiração, experimentação e criação rimaram com boa coleção.

 

PONTO FINAL 

 

O calendário aponta para a São Paulo Fashion Week como o principal acontecimento da semana – entre os dias 23 e 27 de junho. Tudo virtual. Assim, quem quiser pode assistir aos vídeos das marcas. Vários mineiros estão no line-up paulistano. Também os debates e seminários serão mostrados. Vale a pena dar uma conferida.

 

Foto/Reprodução

 

LEGENDA / Gucci: modernidade & sustentabilidade

Comentários
×