Bloco de moda - Portugal

A recuperação econômica de Portugal (que foi feita com muito sacrifício para o povo de lá), começa a dar frutos, também, na moda. Com previsão de altos faturamentos no assunto (esperam quase 10 bi de euros\ano), investiram na promoção fashion. A saber:  só neste mês de março, dois eventos balançaram a Capital do país. No inicio do mês foi o ModaLisboa (que antes chamava-se ‘Lisboa Fashion Week’, anglicismo que eliminaram) e, nos dois finais de semana seguinte, o Portugal Fashion – que começou em Lisboa e terminou na cidade do Porto. Tudo com novos designers e muita roupa. Por enquanto, eles sã fortes mesmo é nos sapatos. Para quem pensa em ir para a terrinha, essas noticias são ótimas.

SKAZI

Depois de anunciar que faz desfile na Minas Trend (17 a 20 de abril, em Beagá), a grife Skazi fez comunicado lembrando que o fato é comemorativo dos seus 25 anos. A marca tem um posicionamento estratégico comercial forte, com mais de mil pontos de venda no país e uma produção média anual de 160 mil peças. Fundada em 1993 como Club do Fio, a Skazi passou por grandes transformações e recebeu investimentos em criação, tecnologia e aprimoramentos. Comandada pelos empresários Vander e Ana Paola Martins, a grife conta com direção criativa do estilista Eduardo Amarante. O desfile na feira, será na noite do dia 18.

TUXEDO

  Depois do sumiço dos ‘smokings’ masculinos das festas, a peça está voltando a circular pelos eventos mais importantes – totalmente renovada. Para quem ainda não sabe do que falo, são os ternos com paletó de gola reta e, geralmente, feita em cetim – usados com gravata borboleta. Dito isso, é preciso dizer que a turma jovem voltou a usá-lo, mas transformando a peça em algo mais alegre e divertido – com cores mais berrantes, em tecidos variadíssimos (até estampados) e alguns indo até mais longe que isso. É o caso do medalhista americano, Adam Riponn, que foi o Oscar com um ‘smoking’ (que em inglês é chamado ‘tuxedo’) tipo sadô-masô, cheio de amarrações e correntes.

POR AÍ...

  • O lançamento do inverno no varejo movimenta o comercio fashion no Estado. Em Beagá, a marca masculina Zak lançou coleção inspirada em viagem à Patagônia (chamada Ruta). É uma das mais tradicionais de Minas, criada em 1969 pelo Paulo Nunes. Amém!!! ***
  • A moda vira moda. Nos Estados Unidos, uma publicação de Hollywood fez sua nova lista de celebridades da moda, porém sem estilistas - mas com os mais poderosos ‘stylists’. Aqui, essa profissão poderia ser descrita como ‘personal fashion’, uma consultoria de estilo personalizada. A campeã é uma tal de Kate Young, que ajuda a vestir gente como Sienna Miller, Selena Gomes e Dakota Johnson.

Diz que essa turma ganha dos dois lados: das atrizes-clientes e das marcas-fornecedoras. Uau!!! ****

  • Já falamos aqui da saída de algumas marcas de moda das fronteiras de Minas, por causa dos impostos pagos a mais em relação aos estados vizinhos. Pois nesta semana, o zumzumzum é que uma nova lista decidiu tomar esse caminho. São da área do sapato & bolsa. Como já tem gente indo fabricar até no Paraguai, aos poucos vamos virar um deserto fashion. Cruzes! ***

PONTO FINAL. 

Com nossa economia dando sinais de recuperação (embora tênue), a turma da moda internacional redireciona seus radares para cá. Mais exatamente para São Paulo, onde o dinheiro corre. Na agenda, o jantar da Fendi, nesta semana, com o quem é quem da moda & afins mostrando suas elegâncias no Shopping Cidade Jardim. Agora, o resto da turma top mundial vem atrás.

Comentários
×