Batendo Bola: Atlético deixa escapar dois pontos

 

José Carlos de Oliveira

jcquerovbiver@hotmail.com.br

 Não tem mesmo jeito, com o Atlético é oito ou oitenta. Num dia o time vai bem e no outro decepciona a Massa. E a história se repete semana após semana, deixando os torcedores sem saber o que esperar do time no restante da temporada.

Depois de grande exibição contra o rival Cruzeiro, pela Copa do Brasil, quando venceu por 2 a 0 e vendeu caro sua eliminação do torneio no meio de semana, no domingo o time jogou abaixo do que se pode render e ficou apenas no empate com o Fortaleza.

Resultado amargo

No domingo, depois de ganhar de presente dois gols (um contra e outro em pênalti), o Galo abriu 2 a 0 no placar logo no início da partida e depois abusou do direito de perder gols, uma chance atrás da outra. Achou que o jogo estava ganho, e viu os cearenses buscarem o empate em 2 a 2.

Castigo

E para deixar o final de tarde ainda mais dramático, o time alvinegro ainda desperdiçou duas cobranças de pênalti, num mesmo lance. No primeiro, cobrado por Alerrandro, o goleiro se adiantou e o árbitro mandou voltar. Luan foi para nova cobrança e Felipe Alves defendeu novamente, sem dar rebote. Castigo para quem rebolou em campo e deixou escapar a chance de somar três preciosos pontos.

Pagará caro

Com o resultado, o Atlético se manteve na quarta posição na tabela, com 20 pontos ganhos, mas poderia estar hoje comemorando a terceira colocação, a apenas quatro pontos dos primeiros colocados, Palmeiras e Santos, que têm 26 pontos somados, nas duas primeiras posições.

O pior de tudo é que, neste maluco Campeonato Brasileiro, jogar fora dois pontos é algo que nenhum time pode se dar ao luxo, sob pena de pagar muito caro na reta final.

E é bom o clube alvinegro tratar logo de recuperar estes pontinhos, já nas próximas rodadas, para não colocar em risco o que já fez até aqui no Brasileirão.

Bonito de se ver

Neste empate em 2 a 2 entre Atlético e Fortaleza, o lance que mais emocionou quem assistia a partida pela TV, foi o choro de Juninho ao converter o pênalti que deixou tudo igual no marcador.

Depois de marcar (contra) o primeiro gol do Atlético, logo a seis minutos de jogo, o jogador cearense foi às lágrimas com o tento da igualdade, que o redimiu perante sua torcida.

MANGUEIRAS BRASIL

 

Cruzeiro na elite do futebol feminino

Das três equipes de Minas Gerais que participam do Campeonato Brasileiro A-2, o time estrelado foi o único a carimbar passaporte para a Série A-1, a elite do futebol feminino. No fim de semana, as meninas do Cruzeiro voltaram a derrotar o Ceará, desta feita por 2 a 1, depois de 2 a 0 em Fortaleza na partida de ida, e se classificaram para as semifinais do nacional. No campeonato feminino as quatro primeiras colocadas garantem acesso na elite para a próxima temporada.

Grande campanha

E o que o time celeste fez neste torneio é para se festejar mesmo. Depois de perder a primeira partida, em sua estreia no campeonato – 2 a 1 para o Taubaté, o esquadrão azul engatou uma sequência de oito vitórias. E o melhor, vencendo e convencendo. Agora a Raposa enfrenta o Grêmio numa das semifinais, disputando vaga na grande decisão do Brasileiro A-1.

 

 

Comentários
×