Banco de alimentos doa 4,8 toneladas de alimentos para 25 instituições durante crise do coronavírus

Da Redação

O Banco de Alimentos, iniciativa da Prefeitura de Divinópolis, por meio da Secretaria Municipal de Agronegócios (Semag), doou no mês de março 4.813,425 quilos de alimentos, totalizando quase cinco toneladas. A prestação de contas é realizada mensalmente, informando a quantidade de frutas, legumes e verduras recebidos e doados. Este relatório é divulgado para assegurar a transparência das ações da secretaria, assim como garantir sua efetividade.

— A equipe obedece às normas sanitárias do Manual de Boas Práticas para o abastecimento das 25 entidades que não podem interromper seus trabalhos — informou a Prefeitura.
 
No mês de março o programa recebeu doação de 13 instituições apoiadoras.

— A Semag continua com seus serviços de atenção à comunidade, mas seguindo todos os protocolos de segurança e medidas preventivas que assegurem o bem-estar dos servidores envolvidos e dos cidadãos que recebem os produtos — informou a Administração.

— O município enfrenta grandes desafios diante da presença do novo coronavírus (Covid-19). A gestão municipal trabalha arduamente, implantando medidas para evitar o adoecimento da comunidade. Ao mesmo tempo, há uma preocupação com a saúde das pessoas e, por isso, o projeto Banco de Alimentos não pode parar — acrescentou.

O atual secretário Municipal de Agronegócios, Gustavo Mendes, explica a importância da não interrupção dos trabalhos do Banco durante a pandemia.

— É preciso reforçar o apoio às instituições colaboradoras neste momento. Existem pessoas mais vulneráveis à situação e não podem ficar privadas da assistência alimentar que sempre receberam — assegura.

A coordenadora de Agricultura e Banco de Alimentos, Cláudia Santana, reforça a competência da equipe diante da situação.
 
— Nós temos acompanhado as atualizações do vírus no município e nos conscientizando, cada vez mais, sobre os protocolos de saúde. O nosso projeto sempre priorizou as normas de higienização e em meio ao coronavírus não será diferente — ressalta.

Histórico do Banco de Alimentos

De acordo com o balanço realizado no fim de 2019, foram doadas quase 47 toneladas de alimentos. O programa contribui com a promoção do direito humano à alimentação adequada atendendo famílias em situação de vulnerabilidade. As doações de supermercados, varejistas, sacolões, produtores rurais e demais bancos, que compõem a rede metropolitana de bancos de alimentos, são destinadas para 25 instituições sócio assistenciais.

A coordenadora, Cláudia Santana, reforça que os produtos, apesar de não possuírem valor comercial, podem ser aproveitados.

— Há todo um processo antes da distribuição dos alimentos. Eles passam por triagem, higienização, e todos os produtos que não estão aptos para consumo humano são separados e enviados a produtores rurais para alimentação animal ou viram adubo — destaca.

Quem desejar ser um doador pode entrar em contato com o Banco de Alimentos através do telefone: (37) 3213-6973 ou no e-mail: bancodealimentos@divinopolis.gov.br. Podem ser doados: frutas, legumes e verduras; frios e laticínios; grãos e cereais; enlatados e conservas; pães e massas; carnes e derivados; materiais de higiene pessoal e limpeza.
Comentários
×