Autoridades reforçam ações de combate à violência contra mulher em Divinópolis

Campanha, fruto do Agosto Lilás, busca oferecer apoio às vítimas de violência doméstica

Da Redação

Autoridades de órgãos de segurança e membros de órgãos civis participaram, nesta semana, do lançamento da operação nacional  Maria da Penha. Em Divinópolis, cidade sede da 7ª Região de Polícia Militar (RPM), o evento contou com a presença do comandante da 7ª RPM, coronel Wemerson Lino Pimenta, e do comandante do 23º Batalhão, tenente-coronel Erlando Ferreira da Silva.

— A operação nacional Maria da Penha é fruto de um esforço conjunto dos órgãos públicos e da sociedade civil organizada, uma ação integrada entre todos os participantes do sistema de justiça e de segurança, em nível estadual e federal, para enfrentar a violência doméstica contra a mulher e aprimorar a proteção às vítimas desse crime, em complemento às estratégias desenvolvidas na campanha Agosto Lilás — destacou a Polícia Militar, em nota.

Presente na solenidade, a vice-prefeita, Janete Aparecida (PSC), enalteceu o trabalho da Polícia Militar e demais órgãos de segurança no enfrentamento à violência doméstica. 

Novidade

Em sua fala, o coronel Wemerson antecipou a todos que o serviço da Patrulha de Prevenção à Violência Doméstica (PPVD) em Divinópolis, em um projeto piloto, receberá uma atualização operacional para potencializar o atendimento. 

— A PPVD contará agora com o apoio das equipes de motopatrulha das Bases de Segurança Comunitária neste reforço — explicou.

Presentes

Também compareceram à solenidade: comandante do 10º BBM, major Amanda Cristina; vereadora Lohanna França (CDN); delegada da Mulher, Maria Gorete Rios; defensora pública Karina Roscoe; diretora-geral do Presídio Floramar, Elizabeth Pinheiro; superintendente da 12ª Superintendência Regional de Ensino (SRE), Luíza Amélia Coimbra; presidente da Associação Comercial, Industrial, Agropecuária e Serviços de Divinópolis. (Acid), Alexandra Galvão; e a representante da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas), Michele Lopes.

Ações municipais

Dentro do calendário da campanha de conscientização pelo fim da violência contra as mulheres, a Prefeitura de Divinópolis tem promovido ações em suas unidades de saúde. Ontem, moradores da região do Centro de Referência de Assistência Social (Cras) Jardinópolis puderam acompanhar debates em torno do amor-próprio, saúde mental e emocional, empoderamento e superação.

Por meio do setor do Cadastro Único, o Executivo também promove,  até 31 de agosto, a Semana Lilás no Centro de Atendimento ao Cidadão (CAC). No dia 27, às 14h, haverá momento de reflexão e música para os servidores do setor e os usuários que comparecerem ao CAC.

— A ação está dentro das atividades do Agosto Lilás, que tem como objetivo combater e prevenir a violência contra a mulher. A campanha inclui atividades como distribuição de orientações e informação preventiva e procedimento para apresentação de denúncias — destacou a Prefeitura.

O objetivo é fortalecer a campanha nacional em nível local.

— As equipes do Creas e dos Cras estão comprometidas com informar e conscientizar o público sobre a Lei Maria da Penha e como combater a violência contra as mulheres. (...) O objetivo é informar o público sobre como pôr fim à violência contra a mulher. A cor lilás foi adotada como nova união entre azul e rosa, simbolizando a igualdade entre mulheres e homens — finalizou.

Denúncias

Em virtude da data, a Prefeitura reforçou a divulgação da lista dos telefones para denúncias:

Central de Atendimento à Mulher – 180

Central de Emergência da Polícia Militar – 190

Plantão da Polícia Civil de Divinópolis/MG – (37) 3221-1202

Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher – 3221-1933/ramal 205

Centro de Referência Especializada de Assistência Social – 3229-9790

Conselho Municipal de Direitos da Mulher – 3221-1860

Comentários
×