Aumento na renda e queda no desemprego ajuda varejo

 

Pablo Santos 

 Os supermercados contribuem para o crescimento das vendas do varejo em setembro, de acordo com as informações da Pesquisa Mensal do Comércio (PMC) do IBGE. Em setembro sobre agosto, as vendas dos supermercados mineiros registraram crescimento de 0,26%, de acordo com o “Termômetro de Vendas”, de acordo com a pesquisa mensal realizada pela Associação Mineira de Supermercados (Amis), com empresas de todo o estado. 

Conforme o IBGE, as vendas no varejo fecharam em setembro com crescimento de 6,4%, frente ao mesmo de 2016. Somente o faturamento dos supermercados, a alta foi de 6%. 

Considerando o comércio varejista ampliado, que inclui as vendas do setor automobilístico, o crescimento foi ainda maior (9,3%). 

Em relação ao mês anterior, as vendas de setembro apresentaram variação de 0,5%. No acumulado no ano, o resultado alcançou 1,3%. Já no acumulado em 12 meses, o número ainda é negativo, -0,6%. Além do setor de supermercados, quatro das oito atividades registraram variações positivas na comparação com setembro de 2016, com destaque para o setor de móveis e eletrodomésticos (16,6%) e vestuário e calçados (11,7%). Os combustíveis, por outro lado, apresentaram recuo de 4,1%. 

De acordo com economista Isabella Nunes, responsável pela pesquisa do IBGE, o avanço no setor de supermercados e nas vendas em geral está associado ao aumento da renda da população e a queda do desemprego. 

— Comprar alimentos e remédios são atividades básicas na vida das pessoas. Então, qualquer aumento na renda vai impactar os resultados das vendas nessas áreas — explica.  

Centro-Oeste 

O faturamento dos supermercados do Centro-Oeste ficou praticamente estável em setembro. De acordo com os dados da Amis, as vendas ficaram praticamente estáveis com leve crescimento de 0,02%. 

Conforme os supermercadistas entrevistados, a recuperação no nível de renda do consumidor, mesmo que com empregos informais e com setembro com um sábado a mais foi responsável pelo resultado. 

 

Comentários
×