Atlético vence e respira

Vitória sobre o São Paulo coloca time alvinegro na 8ª colocação no Brasileiro

José Carlos de Oliveira

O Atlético voltou a vencer em casa depois de dois meses. O último resultado positivo no Horto havia sido contra o Flamengo, por 2 a 0, no dia 13 de agosto, em duelo da 20ª rodada do Campeonato Brasileiro 2017.

Na noite desta quarta-feira, na Arena Independência, o Atlético derrotou o São Paulo por 1 a 0, gol de Fábio Santos, em cobrança de pênalti. Com o resultado os mineiros assumiram a 8ª posição na tabela, agora com 37 pontos ganhos, respiraram em relação à linha de rebaixamento, sete pontos à frente do primeiro time do Z4, o Sport, e já passam a mirar a briga por uma vaga na Copa Libertadores em 2017.

Como o G6 já é G7 com o título do Cruzeiro na Copa do Brasil, e pode se transformar em G7 e G8, caso o Grêmio conquiste a Libertadores e o Flamengo a Copa Sul-americana, os alvinegros vêm aumentar suas chances de mais uma vez participar do torneio continental, pela 6ª temporada em sequência.

O gol da vitória

O Atlético foi sempre mais time que o São Paulo na noite desta quarta-feira, e poderia ter construído um resultado mais folgado, mas seus atacantes não souberam traduzir em gols todas as oportunidades que o time criou.

O gol único da partida aconteceu logo no início da segunda etapa. Valdívia foi derrubado na área aos 4 minutos, pênalti marcado pelo árbitro do jogo, Heber Roberto Lopes, que o lateral esquerdo Fábio Santos bateu e converteu aos 7 minutos, dando a vitória ao Atlético.

Detalhes da Partida

Jogo: Atlético 1 x 0 São Paulo

Motivo: 27ª rodada do Campeonato Brasileiro

Data: 11 de outubro de 2017, quarta-feira, às 21h45

Local: Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG)

Atlético: Victor; Marcos Rocha, Felipe Santana, Gabriel e Fábio Santos; Roger Bernardo, Adilson, Valdívia (Clayton), Cazares (Otero) e Robinho; Fred (Rafael Moura). Técnico: Oswaldo de Oliveira

São Paulo: Sidão; Éder Militão, Bruno Alves, Rodrigo Caio e Júnior Tavares; Petros, Gomez (Jucilei), Hernanes (Shaylon), Marcos Guilherme e Lucas Fernandes (Maicosuel); Lucas Pratto. Técnico: Dorival Júnior

Gol: Fábio Santos (pênalti - 7’/2º)

Cartão Amarelo: Éder Militão, Bruno Alves, Rodrigo Caio (São Paulo); Robinho (Atlético)

Árbitro: Heber Roberto Lopes (SC) - Auxiliares: Helton Nunes (SC) e Thiaggo Americano Labes (SC) - Adicionais: Celio Amorim (SC) e Edson da Silva (SC)

Público: 17.606 torcedores - Renda: R$ 296.355,00

Comentários
×