Atlético e Cruzeiro vencem estreia na Copa São Paulo

 

José Carlos de Oliveira

 Três dos representantes mineiros na edição 2019 da Copa São Paulo Junior estrearam ontem. Favoritos na luta por uma das duas vagas de seus grupos, Cruzeiro e Atlético largaram com vitórias na competição. O Uberlândia, do Triângulo Mineiro, foi derrotado na estreia.

Esta edição da Copinha tem a participação de 128 times, que foram divididos em 32 grupos, com quatro clubes cada. Na primeira fase, as equipes se enfrentam em turno único, dentro de suas respectivas chaves, e os dois melhores de cada grupo avançam para a próxima etapa (eliminatória).

 Uberlândia

 O time de juniores do Uberlândia está no Grupo 20 da Copa São Paulo, com sede em Porto Feliz, juntamente com as equipes do Deportivo Brasil (SP), Remo (PA) e Visão Celeste (Rio Grande do Norte).

Na rodada dupla da tarde de ontem, os dois jogos terminaram com o mesmo placar, de 1 a 0. O Remo venceu o time do Visão Celeste, enquanto que a equipe do Triângulo Mineiro foi derrotada pelo Deportivo Brasil. O Uberlândia volta a campo no domingo, às 16h, precisando vencer o time do Remo, de Belém do Pará, para seguir com chances de passar para a segunda fase.

 Atlético

 O time Sub-20 do Atlético estreou de forma positiva na 50ª Copa São Paulo ao vencer o Aquidauanense, do Mato Grosso do Sul, por 2 a 0, pela primeira rodada do Grupo 29. A partida foi disputada ontem, no Estádio Distrital Inamar, em Diadema.

O Galinho abriu o placar com Igor Reis, aos 18 minutos, e fechou a conta com Pedro Lucca, aos 23 minutos da etapa final.

O alvinegro volta a campo no domingo para enfrentar o Jacobina, da Bahia, às 13h45, com transmissão ao vivo do Sportv.

O Galinho é tricampeão da Copa São Paulo de Futebol Júnior (1975, 1976 e 1983) e campeão da Super Taça São Paulo de Futebol Júnior (1994).

 Cruzeiro

 Debaixo de muita chuva, o Cruzeiro estreou ontem com vitória. A equipe celeste foi melhor do começo até o final da partida e fez valer a sua qualidade técnica, vencendo o Babaçu, do Maranhão, por 3 a 0, em partida realizada no estádio Bento de Abreu, em Marília, interior de São Paulo.

Ainda com sol no começo da partida, a Raposa tomou as rédeas do jogo logo nos primeiros minutos, mantendo uma posse de bola ofensiva no campo adversário. Na medida em que a chuva se intensificava, também cresciam o número de chances criadas pelo time estrelado, com direito a uma bola na trave, em bela finalização de Michel.

O camisa 10 do Cruzeiro também teve a chance de marcar em lance que limpou o zagueiro, mas, pressionado pelo goleiro, finalizou para fora. Assim como o meia, o centroavante Leonardo chegou muito perto de marcar por duas vezes, mas a bola teimou em não entrar, mantendo um empate injusto até o intervalo.

Na volta do segundo tempo, com a chuva mais branda, o técnico Ricardo Resende colocou o meia Marco Antônio e o atacante Vinícius Popó em campo, deixando a equipe ainda mais ofensiva e incisiva em seus lances de ataque. As respostas às alterações surtiram efeito quase de imediato e, aos noves minutos, após bela trama, que reuniu quatro jogadores, a bola chegou aos pés de Popó, que abriu o placar.

Após o gol, o Cruzeiro seguiu dono da partida, criando novas oportunidades, de forma que o Babaçu chegava ao ataque apenas em lances de bola parada. Quando a chuva novamente voltou forte ao Bento de Abreu, uma nova alteração feita por Ricardo Resende teve grande impacto na partida.

Assim como Vinícius Popó, Caio saiu do banco para a sua primeira Copinha e fez uma estreia para guardar na memória. Aos 29 minutos, o meia aproveitou bate-rebate na área e ganhou da zaga na arrancada, ficando com a bola à feição para finalizar na saída do goleiro.

Com a vitória confirmada, a Raposa sacramentou os três pontos em um lance que envolveu os artilheiros celestes da partida. Aos 37 minutos, Michel tocou para Vinícius Popó, que fez belo corta luz para Caio novamente mostrar tranquilidade para anotar o seu segundo gol na partida, fechando a conta para o time celeste.

No próximo sábado, o Cruzeiro encara o Linense, de São Paulo, às 19h, no Bento de Abreu. Diante do Babaçu, o técnico Ricardo Resende escalou o Cruzeiro com: Jonathan Bráz; Jonathan Monteiro, Edu, Paulo (Marco Antônio) e Matheus Pereira; Adriano, Rômulo (Guilherme Liberato), João Luiz (Vinícius Popó), Michel (Rafinha Potiguar) e Maurício (Caio); Leonardo (Luiz Gustavo).

Comentários
×