Atendimento preferencial a doadores de sangue e medula é aprovado na Câmara

Para autor do projeto, medida visa incentivar doações na cidade para salvar vidas

Matheus Augusto

Doadores de sangue, medula óssea e inscritos no Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea (Redome) devem fazer parte do público prioritário em atendimentos comerciais, tanto privados quanto em órgãos públicos em Divinópolis. O projeto, apresentado pelo vice-presidente da Câmara, Roger Viegas (Republicanos), foi aprovado nesta terça-feira, 23, por unanimidade e segue para sanção do prefeito Gleidson Azevedo (PSC).

— A finalidade é incentivar os doadores. É um ato heróico, uma atitude muito nobre de salvar vidas — afirmou 

Uma segunda proposta, do líder do governo, Edson Sousa (CDN), estava prevista para ser votada: obrigatoriedade de notificação do beneficiário de pagamento de RPV (Requisição de Pequeno Valor) e Precatórios por parte do Município em até 10 dias. Israel da Farmácia (PDT), porém, pediu o sobrestamento de 30 dias. A solicitação foi acatada pela Mesa Diretora, que retirou o documento da votação.

Economia

Ao fim da reunião, Print avisou aos parlamentares que a partir do próximo mês, o atual sistema de votação será devolvido à empresa responsável.

— Entendemos que o valor repassado não condiz com a realidade da Câmara — justificou.

Assim, a partir do próximo mês, as deliberações serão feitas com o sistema próprio da casa, inicialmente, através de celular e, posteriormente, por meio de tablets.

Comentários
×