Atenção Domiciliar completa um ano reduzindo internações

Da Redação

O Serviço de Atenção Domiciliar (SAD) completa um ano em dezembro e já atendeu 100 pacientes. A equipe realiza procedimentos de baixa complexidade fora dos hospitais. Resultados positivos da equipe foram alcançados com o atendimento realizado no ambiente domiciliar.

O SAD Divinópolis é o serviço de atenção domiciliar do Município que faz parte do programa federal “Melhor em Casa”. O serviço foi implantado em dezembro de 2018 e já atendeu 100 pacientes até o momento, sendo que 53 foram provenientes da Unidade de Pronto Atendimento Padre Roberto (UPA) Padre Roberto.

Para ser admitido pelas Equipes de Atenção Domiciliar é preciso observar alguns critérios e o principal deles é estar em estabilidade clínica.

O serviço do município conta com duas Equipes Multiprofissionais de Atenção Domiciliar (Emad), uma com sede na UPA Padre Roberto e outra na Unidade de Saúde do Serra Verde, e com uma Equipe Multiprofissional de Apoio (Emap). O funcionamento é diário no horário das 7h às 19h, inclusive nos fins de semana e feriados.

— A atenção domiciliar, além de favorecer a desospitalização e reduzir a frequência de internações, realiza uma abordagem integral da pessoa e família em seu espaço social. Isso permite não só o tratamento de doenças, mas uma construção de ambientes mais saudáveis e reconstrução de relações e significados. Em pouco tempo de atuação já temos alcançado resultados positivos — destacou a apoio técnico e referência da Atenção Domiciliar na Secretaria Municipal de Saúde, Dayane Rios. 

Um dos exemplos com resultados positivos foi o atendimento ao paciente Josimar Lopes da Silva, 50 anos. Ele ficou tetraplégico após acidente automobilístico em 2018. Em janeiro de 2019, foi admitido pela Equipe da Atenção Domiciliar e recebeu no domicílio assistência multidisciplinar da enfermagem, fonoaudiologia, medicina, nutrição, serviço social e terapia ocupacional.

— O paciente recebeu visitas domiciliares de profissionais que auxiliaram a família nos cuidados com sonda vesical, curativos, reabilitação, resgate de autonomia para exercer atividades diárias básicas, além de coleta de exames e todas as necessidades de saúde que ele necessitou durante o tempo de atendimento da equipe — contou.

O paciente teve redução significativa de internações na UPA e recuperação da condição de se alimentar sozinho, se barbear, escovar os dentes e pentear os cabelos. Foi viabilizada pelo SAD, em articulação com a comunidade, uma cadeira de rodas motorizada entregue ao usuário.

— O paciente, que estava restrito ao leito desde julho de 2018, obteve a oportunidade de iniciar o resgate da sua autonomia e explorar uma vida não circunscrita ao ambiente doméstico. Em junho, participou de uma corrida, representando a Acord Divinópolis. Foi um momento de grande emoção, pois Josimar pôde reviver a alegria que sempre sentiu ao praticar o esporte — ressaltou. 

Os interessados no atendimento domiciliar prestado pelo SAD, mas que não estejam internados na UPA, podem ter acesso através da Unidade de Saúde mais próxima da residência. A equipe avaliará a necessidade e encaminhará para Equipe de Atenção Domiciliar.

Comentários
×