Associação Mineira de Supermercados adia eventos

Jorge Guimarães e Pablo Santos

A Associação Mineira de Supermercados (Amis) adiou a programação de março devido ao coronavírus (Codiv-19). Novas datas serão informadas em breve pela entidade. Feiras e eventos econômicos são adiados no Centro-Oeste, Minas Gerais e Brasil.   

De acordo com a Amis, eventos no Sul de Minas Gerais foram adiados, além de outros encontros.

— Estão adiadas todas as atividades neste mês de março relativas a cursos e reuniões de comitês técnicos, assim como a realização do evento líderes do varejo de Poços de Caldas — afirmou a nota da Amis. 

Conforme a entidade, a decisão atende às recomendações do Ministério da Saúde, do Governo de Minas e demais autoridades.

— Se dá em total apoio aos esforços de toda a sociedade para o controle da pandemia Covid-19. A Amis conta com a compreensão e o apoio de todos e tem a certeza de que aprenderemos muito com este momento e que, juntos, com serenidade e coragem, vamos superar mais esse desafio — destacou o comunicado.

Feiras

O Sindicato Intermunicipal das Indústrias de Calçados de Nova Serrana (Sindinova), organizador do evento da Fenova, suspendeu a realização da feira. O sindicato apostava em aumento de 6% nas vendas nesta edição em relação ao ano passado, quando foram negociados 1 milhão de pares.

O evento calçadista atrai um grande volume de visitantes de todas as regiões do Brasil e também iria receber 23 importadores para esta edição.

A 26ª edição do Minas Trend, em Belo Horizonte, que aconteceria entre os dias 21 e 24 de abril, também segue o mesmo caminho. A feira apresentaria as tendências para a primavera/verão 2021. O evento estava marcado para o Centro de Convenções Expominas e reuniria expositores e lojistas dos segmentos de vestuário, calçados, bolsas, joias e bijuterias.

A Federação das Indústrias de Minas Gerais (Fiemg), realizadora do Minas Trend,  e suas entidades, Sesi-MG, Senai-MG, IEL-MG E Ciemg, estabeleceram medidas preventivas para evitar o contágio do novo coronavírus.

Garantem fornecimento

Diante da divulgação de uma suposta falta de produtos nas gôndolas dos supermercados, a Amis consultou na última terça-feira, 17, em todo o estado, empresas supermercadistas associadas que são referência em suas regiões. Após conferências, a associação emitiu nota relativa ao assunto e salientou que continuará acompanhando a situação nos supermercados e informando à sociedade.

A consulta se deu porque, com a pandemia do coronavírus, surgiram comentários nas redes sociais, os quais deram origem a muitas notícias falsas, além de centenas de comentários.

Álcool em gel    

A entidade garante que o abastecimento está normal nos supermercados mineiros. A única exceção é para o item álcool em gel, que teve excesso de demanda e há dificuldade de fornecimento por parte dos fabricantes. Nos últimos cinco dias, também foi verificado crescimento da procura por outros itens, especialmente produtos de higiene pessoal e limpeza doméstica, e alguns tipos de alimentos, mas nada que provoque desabastecimento das lojas, segundo a associação.

Contato direto

A associação ainda disse estar, juntamente com seus associados, em contato direto com as empresas fornecedoras de produtos e a expectativa é de que o quadro de normalidade e de garantia de abastecimento se mantenha. Também conforme a associação, não há necessidade de o consumidor formar estoques, o que só contribuiria para um desnecessário descontrole do abastecimento.

Funcionamento normal

A Amis informou ainda que as lojas supermercadistas estão com seu horário de funcionamento normal e sugeriu a associados e consumidores que mantenham os cuidados e ações recomendados pelas autoridades de saúde para evitar a propagação do vírus.

— Além do funcionamento normal, e em respeito aos nossos idosos, reservamos um horário especial para compras em nossas lojas. Essa medida é importante para evitarmos a exposição das pessoas do grupo de risco ao público em geral. Assim, entre 7h e 8h, acontece nosso atendimento preferencial para pessoas com mais de 60 anos. Em relação ao nosso mix de produtos, estamos com nossos itens em perfeita disposição aos nossos clientes, exceto o álcool em gel, que, devido à alta demanda, às vezes fica sem a sua devida reposição — detalhou o gerente de uma loja de supermercados, Walter Wagner.

Comentários
×