Arroba do boi está mais barata

Jorge Guimarães

Depois da disparada dos preços nos dois últimos meses de 2019, com o aumento das exportações para a China, o preço da arroba do boi gordo já caiu quase 8% em janeiro, segundo o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea).  Em janeiro, o cenário está mais calmo no mercado interno, com as exportações em menor ritmo, quando comparadas a dezembro, o que estabilizou os valores. Mas, mesmo diante das evidências, a arroba deve continuar em alta, em relação aos custos praticados antes de novembro, durante todo o decorrer do ano, segundo identificou o mesmo Centro de Estudos.

Preços

Ontem os preços ao consumidor em um supermercado estavam estáveis, como no início do mês, fora alguns itens que entraram em oferta. Maçã de peito, acém, paleta e músculos eram comercializados a R$ 17,90 o quilo. Chã de dentro e de fora, e o lagarto saíam por R$ 24,90, e o fígado bovino estava R$ 10,90.

— Os preços estão se estabilizando e temos várias promoções, como a da chã de dentro, que chegou a ser vendida a R$ 27,90 e agora está na promoção, a R$ 24,90. Esperamos que os valores fiquem estáveis, mas a possibilidade real de eles voltarem ao que eram antes dos aumentos é baixa, tendo em vista a grande demanda do mercado de exportação, que deve continuar forte ao longo do ano — analisou o gerente da loja, Walter Wallace Souza.

Já em um tradicional açougue da cidade, os preços também continuavam estáveis em relação ao mercado nacional. Para o empresário Kilderson Neylon de Oliveira, o valor do gado continua fixo, e não deve abaixar.

— Minha carne de segunda está na faixa de R$ 15 e R$ 16, já a de primeira vai de R$ 20 a R$ 26. Lembrando que não há a previsão de abaixar o preço da arroba tão cedo — detalhou o empresário.

Comentários
×