Arrecadação de ICMS cresce 14% em 2017

 

Pablo Santos 

O Imposto sobre Operações relativas à Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação (ICMS) recolhido na cidade rendeu 14% a mais para os cofres públicos no ano passado em relação ao exercício anterior. Em janeiro, foi o mês com maior volume de arrecadação.

De acordo com a Secretaria de Estado da Fazenda (SEF), foram recolhidos na cidade no ano passado R$ 373 milhões. O valor é maior na comparação com o ano passado, quando foram apurados pelo governo mineiro R$ 326 milhões, ou seja, alta de 14,41%.

Em janeiro do ano passado, foi registrado o maior valor repassado entre os 12 meses. De acordo com a SEF, foram R$ 53,9 milhões.

Em dezembro do ano passado, foram recolhidos pelo governo mineiro na cidade R$ 28,5 milhões. No mesmo período de 2016, o governo apurou R$ 23,5 milhões.

De acordo com o Portal da Transparência do Governo de Minas Gerais, os cofres municipais receberam R$ 83,6 milhões no ano passado. Já no ano anterior, o volume foi menor (R$ 77,4 milhões), comparando-se os dois períodos; ou seja, aumento de 7,79%, apontou o Portal da Transparência.

 Governo 

O Governo de Minas concluiu em 28 de dezembro do ano passado o repasse de 100% do ICMS devido para os 853 municípios mineiros. O repasse do Estado para os municípios somou, em 2017, R$ 11,34 bilhões, um aumento de R$ 1,02 bilhão, ou 9,8% de acréscimo em relação a 2016.

– Apesar da grave crise financeira que atinge Minas e a maioria dos estados, o aumento do valor repassado aos municípios, referente ao principal imposto estadual, reflete as ações implementadas pelo governo mineiro, que visam fomentar a economia do estado e auxiliar os municípios no atendimento à população – afirmou o Governo de Minas Gerais em nota.

 

Comentários
×