Arrascaeta e Thiago Neves marcam gols que dão vitória sobre o Atlético e título ao Cruzeiro

José Carlos de Oliveira

O segundo jogo da final do Campeonato Mineiro 2018, entre Cruzeiro e Atlético, foi disputado na tarde deste domingo, no Mineirão, em Belo Horizonte. Derrotado na partida de ida, semana passada na Arena Independência, por 3 a 1, o Cruzeiro bateu o Atlético por 2 a 0, recuperou a vantagem e ficou com a taça de Campeão Mineiro 2018, depois de três anos sem o título. A última vez havia sido em 2014.

Melhor time da primeira fase do estadual, com o ataque mais positivo e a defesa menos vazada, o Cruzeiro tinha que vencer por 2 gols ou mais para ficar campeão. Os 2 a 0 a favor da Raposa deixaram o placar agregado empatado em 3 a 3, com o time celeste levantando o troféu pela melhor campanha da fase inicial.

Um gol em cada tempo

Com o apoio de seu torcedor, que ocupava 90% das arquibancadas, o Cruzeiro abriu o placar logo aos 3 minutos de jogo e colocou fogo no clássico. Victor fez grande defesa em chute de Arrascaeta, mas a bola sobrou nos pés do lateral direito Edílson, que cruzou na cabeça do uruguaio, que tirou do goleiro alvinegro e colocou a Raposa em vantagem.

Aos 21 minutos, o venezuelano Otero facilitou a vida do Cruzeiro. Ele acertou cotovelada em Edílson e foi expulso de campo pelo árbitro paulista Luiz Flávio de Oliveira.

O primeiro tempo ficou no 1 a 0 para o time celeste. A exemplo do que havia feito na etapa inicial, a Raposa foi para cima nos primeiros minutos do segundo tempo. E aos 7 minutos aumentou a vantagem para 2 a 0 e ficou perto da taça.

O uruguaio Giorgian Arrascaeta recuperou a bola ainda no campo de ataque azul e tocou na ponta direita para Robinho, que cruzou rasteiro para a área. Thiago Neves apareceu entre os dois beques para chutar no ângulo esquerdo do goleiro Victor e aumentar o marcador para 2 a 0, placar que prevaleceu até final do duelo e deu o título do estadual 2018 à Raposa. 

Detalhes da Partida

Jogo: Cruzeiro 2 x 0 Atlético

Motivo: Jogo de volta da final do Campeonato Mineiro 2018

Local: Mineirão, em Belo Horizonte

Gols: Arrascaeta, aos 3min do primeiro tempo, e Thiago Neves, aos 7min da segunda etapa

Cartões amarelos: Edilson, aos 22min, Thiago Neves, aos 36min, Leo, aos 40min do 1ºT. Robinho, aos 9min, Egídio, aos 20min do 2ºT (Cruzeiro); Ricardo Oliveira, aos 10min do 1ºT. Patric, aos 23min e aos 46min, Erik, aos 38min do 2ºT (Atlético)

Cartões vermelhos: Otero, aos 21min do 1ºT. Patric, aos 46min do 2ºT (Atlético)

Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira (FIFA/SP) - Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse (FIFA/SP) e Miguel Cataneo Ribeiro Costa (FIFA/SP) - Assistentes adicionais: Rodrigo Guarizo (CBF/SP) e José Cláudio Rocha Filho (CBF/SP) - Quarto árbitro: Rafael Gomes Felix da Silva (CBF/SP)

Pagantes: 44.253 - Presentes: 49.906 - Renda: R$ 1.590.673,00

Cruzeiro: Fábio; Edilson (Mancuello, no intervalo), Dedé, Leo e Egídio; Henrique e Ariel Cabral; Robinho (Rafinha, aos 22min do 2ºT), Thiago Neves e Arrascaeta (Ezequiel, aos 30min do 2ºT); Rafael Sóbis. Técnico: Mano Menezes

Atlético: Victor; Patric, Leonardo Silva, Gabriel e Fábio Santos; Adilson; Luan (Gustavo Blanco, aos 13min do 2ºT), Elias (Róger Guedes, aos 33min do 2ºT), Cazares e Otero; Ricardo Oliveira (Erik, aos 13min do 2ºT). Técnico: Thiago Larghi

Comentários
×