Após temporal em Oliveira, moradores recebem doações

Da Redação

Depois do temporal que atingiu Oliveira na tarde desta quinta-feira, 4, a Prefeitura informou na manhã desta sexta-feira, 5, que as doações para as famílias que perderam tudo nas enchentes foram concentradas na Escola Municipal Djalma Pinheiro Chagas. O Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) informou que só ontem choveu 109 mm. 1 milímetro equivale ao volume de 1 litro (L) de água de chuva que se acumulou sobre uma superfície de área igual a 1 metro quadrado. O que corresponde a 10% da média do ano de 2017.

De acordo com a Prefeitura, foram recebidas muitas roupas de adultos, porém nesse momento eles precisam de materiais de limpeza, travesseiros, cobertores, roupas infantis e de adolescentes, móveis, alimentos, leite e materiais de construção.

A Prefeitura informou ainda que, se a doação for material de construção, o doador deve deixar na Escola Djalma o nome e o endereço de onde é para buscar e, posteriormente, a coleta será feita.

Desabastecimento

Além dos estragos causados, a chuva poderá deixar diversas famílias sem água. Segundo o Saae, alguns equipamentos ficaram danificados, em função do alagamento que ocorreu na sede, na Praça Newton Ferreira Leite. Por isso, alguns bairros poderão ficar sem água. São eles: Elias Raimundo, Oscar Faria Lobato, parte do bairro Cabrais, São Sebastião, Cintia, Progresso, Areões, Condomínio Rocha Costa, Nazle Simão, Domingos Ribeiro, parte Alta do Bairro das Graças, Segredo.

Reunião

Em uma reunião entre autoridades na Prefeitura, na noite de quinta-feira, ficou constatada uma situação muito triste e difícil para todo o município. Muitas pessoas perderam seus bens, tendo suas casas invadidas pelas águas.

Foram 43 ocorrências, entre inundações, deslizamentos, desabamentos e várias casas comprometidas.

Durante a reunião, a prefeita Cristine Lasmar (PMDB) decretou Estado de Calamidade Pública no município. Além disso, a ideia de formar um Conselho Municipal da Defesa Civil para estruturar todas essas ações foi debatida.

Áreas atingidas

Foram muitas áreas atingidas em toda cidade, as mais comprometidas foram o bairro Elias Raimundo, rua Francisco Barreto (vários pontos), avenida Maracanã (vários pontos), avenida Benjamim Guimarães, Barro Preto, rua São Cristóvão (atrás do Oliveira Tênis Clube, Praça de esportes).
A Prefeitura solicitou que todos os moradores que se sentirem em risco liguem para o 190.

Comentários
×