Após escândalo de desvio no Divinópolis Clube, PSDB indica expulsão de Simonides Quadros

Da Redação

Após a divulgação do conteúdo da investigação sobre desvio milionário da gestão anterior do Divinópolis Clube, o PSDB deve expulsar o ex-presidente do clube, Simonides Quadros, filiado do pertido.

Simonides é acusado de desviar quase R$ 1 milhão durante o período em que presidiu o Divinópolis Clube. Quando a atual gestão foi empossada, os membros da diretoria perceberam atividades suspeitas e procurou a Polícia Civil (PC). A delegada Adriene Lopes, da Delegacia de Estelionato investigou por dois anos o caso e descobriu diversar irregularidades; A quantia desviada teria sido depositada nas contas de Simonides e de sua filha.

Segundo a investigação apontou, o ex-presidente usava notas frias para pagar serviços que nunca foram prestados pelo Divinópolis Clube. Na maioria dos casos, as pessoas que tinham os nomes usados para as notas, não sabiam que estavam sendo usados. 

Confira a nota do PSDB:

 

"Prezados tucanos e tucanas, boa tarde. Lamentamos , profundamente as denúncias amplamente divulgadas pela imprensa local, em desfavor do sr. Simonides Quadros.
Informo a vocês que o assunto já está sendo acompanhado por mim e por integrantes da Comissão Executiva. Posso garantir a todos que agiremos com isenção, de forma justa e cumpriremos rigorosamente o Estatuto Partidário. O contraditório é indispensável mas, se lamentavelmente as denúncias se comprovarem nosso ninho não tem e não terá espaço para quem age em conflito com a lei".

Comentários
×