Apesar de permanência na onda verde, Prefeitura reforça alerta à população

Vacinação segue mesmo no feriado; expectativa é aplicar quase 4 mil segundas doses

Matheus Augusto

Divinópolis está, pela sexta semana consecutiva, na onda verde. A atualização do Minas Consciente foi divulgada na quinta-feira, 2, e discutida e confirmada pela Prefeitura no dia seguinte, após reunião do Comitê Municipal de Enfrentamento e Prevenção à Covid-19. A microrregião deixou a onda amarela e retornou para a verde, enquanto a macro Oeste se manteve estável e não sofreu alterações.

Permanência

Durante a reunião do comitê, os membros analisaram os dados atualizados do cenário epidemiológico. Conforme informou o Executivo, a macro aumentou sua pontuação de oito para nove. Já a micro reduziu de 14 para 12.

Pelos parâmetros do programa estadual, a onda verde (situação esperada) é referente até 12 pontos; entre 13 e 19, regride-se para a amarela (situação de alerta); com 20 pontos ou mais, a classificação é vermelha (crítica). Os indicadores avaliados envolvem três setores: incidência, capacidade de atendimento e velocidade de avanço da doença.

Em nota, a Prefeitura destacou que, apesar de a cidade estar no estágio mais flexível do Minas Consciente, todas as normas de prevenção à doença precisam ser mantidas e respeitadas. 

— Por mais que a macrorregião esteja em onda verde e a microrregião também, isso não ameniza a situação. É preciso que todos permaneçam em alerta!  — comunicou.

Vacinação

Até a última quinta-feira, 2, Divinópolis já havia recebido 254.537 doses de vacinas contra a covid-19, sendo 91.488 doses da CoronaVac (Butantan), 105.275 doses da AstraZeneca (Fiocruz), 6.060 doses da Janssen e 51.714 doses da Pfizer.

Desse total, 236.101 foram aplicadas: 162.061 da primeira dose, 67.967 da segunda dose e 6.073 de dose única. Ou seja, dos 240 mil habitantes (IBGE), cerca de 74 mil já completaram sua imunização – aproximadamente 30%.

Ainda segundo os dados da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), 12.037 doses de imunizantes estavam em estoque. Quase a totalidade está reservada para a aplicação da segunda dose.

Feriado

Apesar do feriado de Independência do Brasil, a imunização não foi paralisada. Ontem, os drive-thrus do Centro Administrativo e do Divinópolis Clube ficaram abertos das 8h às 16h com 1.509 doses da segunda aplicação da AstraZeneca. Hoje, informou a Prefeitura, o processo continua.

—  A aplicação da segunda dose acontecerá, das 8h às 16h, nos três drive-thrus. No Centro Administrativo e no Divinópolis Clube haverá aplicação de AstraZeneca e no Pátio da Prefeitura o imunizante aplicado será Pfizer. Neste dia, está programada a aplicação de um total de 2.437 doses — destacou.

Denúncia

Os canais de denúncia da Vigilância Sanitária seguem ativos. O cidadão pode denunciar anonimamente irregularidades e desrespeitos aos decretos em vigor pelo WhatsApp (37) 9 9111-0030 ou por meio do App Divinópolis, abrindo um chamado, selecionando a aba “Coronavírus”.

Minas

Em todo o estado, mais de 19 milhões de doses já foram aplicadas. Segundo o governo, o avanço da vacinação é diretamente responsável pela melhora dos indicadores e a volta da estabilidade – das 14 macrorregiões, 13 estão na verde e apenas uma na amarela.

— A taxa de incidência da doença caiu 10% nos últimos dias no estado — informou na última quinta.

Para o secretário de Estado de Saúde, o médico Fábio Baccheretti, o objetivo é, em setembro, finalizar a aplicação da primeira dose em pessoas entre 24 e 18 anos e iniciar a vacinação de adolescentes entre 12 e 17. É esperado que, até novembro, todos os adultos tenham tomado a segunda dose. Atualmente, entre as pessoas acima de 18 anos, a cobertura vacinal da primeira dose chega a 80,38%. Já a da segunda dose e/ou dose única está em torno de 35,67%. 

— A incidência da doença hoje é igual ao pico de 2020. Estamos batendo, agora, com tendência de queda. A grande diferença é que naquele momento ainda não tínhamos vacina. Atualmente, as notificações estão em baixa, o que indica que menos pacientes estão procurando atendimento médico — explicou o secretário.

No caso dos adolescentes, diversas cidades mineiras iniciaram a vacinação desta faixa etária, que deve priorizar os subgrupos mais vulneráveis.

— Temos 1,7 milhão de jovens nessa faixa, vamos priorizar a vacinação dos que têm comorbidades, e depois chegamos aos demais — ressaltou Baccheretti.

Neste mês, o governo também inicia o envio de doses de reforço aos municípios para imunização extra de idosos com 80 anos ou mais – grupo corresponde por três quartos das mortes por covid – e pessoas imunossuprimidas. Em Divinópolis, essa fase deve ser iniciada em 15 de setembro, conforme previsão da Prefeitura. A dose extra aplicada será de um fabricante diferente do que a pessoa tomou. Assim, se ela tomou anteriormente CoronaVac, o reforço será feito com AstraZeneca, Pfizer ou Janssen.

 

 

Comentários
×