Apesar de casos de covid-19 entre vereadores e funcionários, Câmara confirma reunião presencial nesta terça

Vereadores devem votar ainda neste semana projeto para encontros serem virtuais

Da Redação

A Câmara Municipal de Divinópolis retornará com o funcionamento normal a partir desta terça-feira, 4, às 12h, com os atendimentos ao público suspensos. A Casa permaneceu fechada nesta segunda-feira, 3, para uma desinfecção, após terem sido confirmados três vereadores e quatro servidores com covid-19. Para a próxima terça-feira, 4, a 25º Reunião Ordinária está mantida a ser realizada de forma presencial, no Plenário Vereador Zózimo Ramos Couto, com a convocação de todos os parlamentares aptos a estarem presentes. Não será permitida a presença do público no plenário. Qualquer vereador ou servidor que apresentar sintomas gripais, ou qualquer outro sintoma da covid-19 deverá permanecer em casa, com os devidos cuidados. Um ofício informando o home office deverá ser encaminhado ao setor responsável, com o motivo da permanência em casa.

De acordo com o presidente da Casa, vereador Eduardo Print Júnior (PSDB), todas as medidas de segurança foram tomadas ainda na sexta-feira, 30, quando os testes deram positivo, tendo sido o expediente suspenso a partir das 17h. Após realizar a desinfecção por parte da equipe de Vigilância Sanitária nesta segunda-feira, às 16h, todo trabalho poderá voltar ao normal, seguindo as normas estabelecidas pela Secretaria Geral da Casa Legislativa.

Nesta segunda-feira pela manhã, equipes da Vigilância estiveram na Câmara Municipal em reunião com o Presidente, formalizando a notificação para que os atendimentos ao público sejam suspensos nesta semana. Por isso, a portaria da Casa permanecerá fechada, funcionando apenas os serviços internos administrativos e dos gabinetes.

REUNIÕES REMOTA

Para que as reuniões da Câmara Municipal sejam realizadas de forma online, é necessário que seja mudada a resolução vigente. Portanto, foi protocolado nesta segunda-feira, 3, o Projeto de Resolução CM 003/2021, que institui procedimentos para a realização de reuniões ordinárias e extraordinárias, na modalidade remota, no âmbito da Câmara Municipal de Divinópolis, como solução a ser utilizada durante a emergência de saúde pública relacionada à pandemia do covid-19 e assemelhados.

Para votação desta matéria, foi convocada Reunião Extraordinária, a ser realizada na próxima quarta-feira, 5, às 14h, no Plenário Vereador Zózimo Ramos Couto, para que o projeto seja discutido. Se aprovado, já na próxima quinta-feira, 6, as reuniões poderão ser realizadas de forma remota.

Na justificativa, o Projeto de Resolução diz que, a fim de evitar a propagação do vírus, e diante da necessidade de adoção de medida de urgência e de excepcional alcance, vê-se na obrigação, em observância aos ritos do processo legislativo, a disponibilizar o funcionamento da Casa com a coleção de procedimentos pela inovação tecnológica, com a realização de reuniões na modalidade remota, com vista a cumprir as determinações legais de distanciamento social, enquanto durar a emergência de saúde pública de importância nacional relacionada ao vírus covid-19.

TESTES DE COVID-19

Teve início ainda na manhã desta segunda-feira, os testes de covid-19 nos servidores da Câmara. Inicialmente, seriam testadas 60 pessoas que tiveram contato direto com os vereadores positivados. No entanto, em uma articulação de parceria, o presidente da Casa conseguiu praticamente dobrar o número de testes. Com isso, 110 servidores serão testados até a manhã desta terça-feira.

— Nossa parceria com a UFSJ foi muito positiva. Os testes foram feitos de forma gratuita, em uma união de forças para que a situação fosse controlada na Câmara. Sabemos da importância de manter a Casa funcionando, mas, primordialmente, queremos que os servidores trabalhem com segurança. Assim, a Câmara já está devidamente sanitizada e os resultados dos testes devem sair essa semana; e tão logo, voltaremos a funcionar normalmente com os atendimentos — declarou Print.

 

 

Comentários
×