Apenas 52,9% do público alvo procuram vacina contra influenza

46 mil doses já foram aplicadas

Da Redação

A Secretaria Municipal de Saúde, por meio da Central de Imunização, acaba de divulgar um novo balanço parcial da 23ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza em Divinópolis.
 
Segundo o relatório divulgado, até quarta-feira, foram aplicadas 46.647 doses da vacina em um público alvo de 83.391 pessoas, o que representa apenas 52,9% do total. A meta é atingir 90% de cobertura vacinal em cada grupo prioritário. O público alvo passou de 66.123 para 83.391 com a inclusão de novos grupos na terceira fase, como pessoas com caminhoneiros; trabalhadores de transporte coletivo, forças de segurança e salvamento; dentre outros.
 
Merece atenção o grupo de pessoas com deficiência, que é estimado em 6.349 pessoas, pois foram imunizados apenas 87, o que representa 1,4% do total. A cobertura no grupo de idosos e de professores ainda está bem abaixo do esperado. No grupo de idosos, composto por 39.165 pessoas acima de 60 anos, foram aplicadas 22.401 doses, o que representa 57,2% do total. 
 
A vacinação no grupo dos professores atingiu 1.339 profissionais de um público estimado de 2.401 pessoas (55,8% do total). Podem ser imunizados contra a influenza os professores que atuam nas esferas municipal, estadual, federal e também na rede particular, da educação infantil ao ensino superior. Estes profissionais devem levar comprovante do vínculo empregatício.
 
É importante destacar que, entre a vacina da Covid-19 e outras vacinas deve-se aguardar um prazo de 15 dias. Portanto, quem tomou recentemente a vacina contra a Covid-19 ou tem a segunda dose agendada, deve ficar atento a este intervalo entre esses imunizantes. Mas é fundamental que as pessoas incluídas nos grupos prioritários, tão logo passe o intervalo de 15 dias, procure uma unidade de saúde e se imunize também contra a influenza.
 
No grupo das gestantes a cobertura também está baixa. Foram imunizadas 1.460 mulheres, de um total de 2.096, o que representa 69,6% do total. O grupo das puérperas, que são as mulheres que tiveram parto até 45 dias, é formado por 345 mulheres e, deste total, 298 já foram imunizadas, o que representa 86,5%. 
 
No grupo formado pelos trabalhadores da saúde, composto por um público estimado de 7.462, foram imunizadas 5.891 pessoas, o que representa 78,9% do total.  Também foram imunizados 60 profissionais das forças de segurança, 29 do sistema prisional, 207 caminhoneiros, 170 trabalhadores de transporte e 19 adolescentes em medidas socioeducativas. A cobertura da população privada de liberdade, estimada em 605 pessoas, já atingiu 95,5% de cobertura com a vacinação de 578 pessoas. 
 
Crianças
 
A Semusa, por meio da Central de Imunização, destaca a vacinação das crianças de 6 meses a menores de 6 anos que está abaixo do esperado. Esse público, diferente do público adulto, não é alvo da campanha da Covid-19 e, portanto, não está aguardando o prazo de 14 dias entre a imunização contra o coronavírus e, para se vacinar, necessita apenas que os pais os levem à uma unidade de saúde. 
 
Segundo o relatório, ainda existem 3.667 crianças sem a imunização contra a influenza em Divinópolis, que precisam que um responsável os leve para serem imunizados. Esse grupo é formado por 14.654 crianças e, foram imunizadas 9.667, o que representa apenas 65,96% do total. Outras 1.320 crianças tomaram a primeira dose e ainda não retornaram para receber a segunda dose. Para o cálculo das crianças imunizadas foram consideradas as crianças que tomaram a dose única e as que tomaram duas doses.

Comentários
×