Anunciados postos de saúde que terão vacinação contra covid-19

Drive-thru do Centro Administrativo continuará atendendo

 

Da Redação

A partir da próxima segunda-feira, 6, Divinópolis passa a oferecer a vacinação contra covid-19 em 16 unidades de saúde. O agendamento segue necessário. Apenas o drive-thru continuará em funcionamento. Segundo a Prefeitura, o objetivo é descentralizar o processo do Bela Vista e oferecer aos moradores a oportunidade de se imunizar em locais mais próximos de suas residências.

Os pontos de saúde contemplados são: Afonso Pena, Belvedere, Bom Pastor, Central, CSU, Danilo Passos, Ermida, Icaraí, Itaí, Maria Lúcia Gregório, Nações, Nilda Barros, Nossa Senhora das Graças, Planalto, Santa Lúcia/Sagrada Família e São Roque/Tietê.

 

Importância

A diretora de Atenção Primária à Saúde, Daniela Vasconcelos, justificou a decisão como forma de ampliar a acessibilidade aos imunizantes devido à baixa adesão atual, especialmente à segunda dose.

— A procura pela vacinação contra a covid-19 está baixa e isso é preocupante. Para que continuemos com o retorno de todas as atividades é fundamental que as pessoas se previnam, tomem as duas doses e a dose de reforço da vacina — reforçou.

Conforme divulgou a Secretaria de Saúde (Semusa) no início desta semana, quase 15 mil divinopolitanos ainda estavam com a segunda dose em atraso. Outras 12 mil estão aptas a receber a dose de reforço, mas ainda não se cadastraram.

 

Cronograma

Nesta semana, o cronograma de vacinação é o seguinte:

hoje: Centro Administrativo recebe pessoas agendadas, em atraso ou que adiantaram a imunização prevista para o período de 20 de novembro a 16 de dezembro para aplicação da segunda dose de Pfizer;

amanhã: no Centro Administrativo, servidores da saúde aplicam CoronaVac, AstraZeneca e Pfizer em quem está com a segunda dose agendada, com vacinação em atraso ou decidiu adiantar a dose marcada previamente para o período entre 20 de novembro e 16 de dezembro.

 

Balanço

O vacinômetro da Saúde em Divinópolis, atualizado pela última vez em 23 de novembro, aponta a cidade com 367 mil doses aplicadas, sendo 182 mil da primeira, 160 da segunda e 6 mil únicas. Além disso, 17 mil moradores receberam a dose de reforço.

 

Morte

Foi confirmada ontem mais uma morte pela doença na cidade: uma mulher de 75 anos, sem comorbidades, em 29 de novembro. Até o momento, não houve registros de óbitos em dezembro. 

Novembro se encerra – caso não haja novas confirmações – com seis mortes, o menor número desde junho do ano passado. Apenas março (0), abril (1) e maio (3) de 2020 registraram menos mortes. 

 

Indicadores

A média diária de internações em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs), que em abril deste ano chegou à marca de 108, em novembro ficou em 9.

Atualmente, seis pessoas estão internadas em UTIs, entre os 40 leitos exclusivos para covid-19, o que equivale a 15%. 

Nesse setor, o Hospital Santa Lúcia conta com apenas um paciente internado; o Complexo de Saúde São João de Deus (CSSJD) tem dois na área suplementar e dois na área do Sistema Único de Saúde (SUS). Os hospitais Santa Mônica e São Judas Tadeu não têm hospitalizações por covid-19 em CTI. 

 

Comentários
×