América encontra caminho de vitórias

Batendo Bola

 José Carlos de Oliveira 

jcqueroviver@hotmail.com.br

 

Adilson Batista é a solução para o América? Pelos últimos resultados, parece que sim. Esta tem tudo para ser a nova realidade do Coelho. O treinador chegou chegando e já mostrou ao que veio, com duas vitórias nas duas primeiras partidas que comandou o time na Série A. E o melhor foi que os triunfos aconteceram contra duas equipes da prateleira de cima do futebol brasileiro: Internacional e Santos.

Quebrando tabus 

E no duelo de domingo, na baixada santista, o treinador conseguiu fazer com que o Coelho quebrasse um longo tabu. Antes da partida do fim de semana, o time mineiro já havia enfrentado o Santos, na Vila Belmiro, em sete oportunidades. E nunca havia triunfado. Foram cinco vitórias do Peixe e dois empates.

O resultado positivo serviu também para reafirmar a nova tendência do time americano nesta temporada, que é a de buscar a vitória jogando até mesmo na casa do adversário.

E no triunfo de 1 a 0 sobre o Santos, o América quebrou ainda uma sequência de 28 partidas sem vencer como visitante na Série A. A última vitória do clube fora de casa, pela elite nacional, havia acorrido em novembro de 2011, quando derrotou o Fluminense por 2 a 1, no Engenhão.

 Aproveitamento

 Com o resultado do fim de semana, o América chegou aos 20 pontos ganhos e já ocupa a primeira parte da tabela, na 10ª posição. Com 41,7% de aproveitamento, o alviverde atinge um número considerado razoável para se manter na elite do futebol brasileiro.

 Quer mais 

Mas pelo trabalho que vem sendo desenvolvido pela sua diretoria, ela deixa claro que quer bem mais que se manter na elite no próximo ano. E uma classificação para algum torneio continental — Libertadores e Sul-americana — em 2019 também é assunto que está no radar dos dirigentes.

Para sonhar, tem que acreditar. E fé no trabalho que vem sendo feito no Lanna Drumond é o que não falta aos americanos. Agora resta torcer para que esta seja a realidade ao final do ano.

 MANGUEIRAS BRASIL

 Cruzeiro entra em mês decisivo 

O time celeste entra num mês que será decisivo para as pretensões de todos na Toca da Raposa nesta temporada. Com jogos às quartas e domingos, os cruzeirenses não terão descanso e terão de lutar em três frentes. Além de buscar a recuperação no Campeonato Brasileiro, no qual vem de duas derrotas consecutivas, o time azul terá duelos decisivos contra o Santos (Copa do Brasil) e Flamengo (Taça Libertadores) e terá de jogar muita bola para se dar bem nos três torneios. Que Mano Menezes atente bem para todos os detalhes, senão já era.

 Ficou devendo 

E que o treinador não venha com as desculpas do fim de semana, quando afirmou que o Cruzeiro merecia uma melhor sorte no duelo frente o São Paulo.

Pode até ser esta uma verdade. Mas o treinador tem de entender de uma vez por todas uma coisa: a sorte só acompanha quem faz por merecê-la. E ser competente nos jogos é tudo que o time azul tem de fazer. E isto a equipe de Mano não tem feito. A “competência” tem passado longe da Toca da Raposa.

 Torcida na bronca

 E as vaias, recebidas por alguns jogadores ao final do jogo, deixaram bem claro o descontentamento da China Azul com o rendimento do time. E que Mano Menezes preste bastante atenção ao recado passado pelas arquibancadas, porque do contrário sua situação ficará insustentável. O torcedor está p... da vida. E tem razão para isto.

 Quer mais 

O time que a torcida celeste quer não é o que tem entrado em campo. E desculpas por maus resultados não ajudarão em nada. Que Mano caia na real e mude seus conceitos é tudo que o Cruzeiro precisa neste momento. Time para vencer, a Raposa tem. Basta colocar o que sabe em prática.

Comentários
×