Alunos ocupam Uemg e cobram concurso público do Governo de Minas

Rafael Camargos

Os alunos da Universidade Estadual de Minas Gerais (Uemg) decidiram em assembleia nessa quinta-feira, 23, após assembleia geral do Movimento Estudantil, pela ocupação da unidade. Cerca de 800 alunos estiveram presentes no movimento. Foi deliberado por maioria dos votos, que a Diretoria da Unidade Divinópolis ficaria ocupada por tempo indeterminado. No momento, 40 alunos ocupam o local.

Segundo o presidente do Diretório Acadêmico da Uemg, Samuel Santiago, a decisão foi tomada pelo sucateamento vivenciado na universidade. Até o presente momento não aconteceu o concurso público para o provimento das vagas do corpo docente. O movimento acredita que o processo seletivo simplificado (PSS) não é benéfico à manutenção e construção da universidade que queremos.

— Entendemos, ainda, que o PSS para o provimento de todas as vagas fere profundamente o decreto de absorção das Fundações, pois ele garante a estabilidade do corpo docente até que o concurso público aconteça — informou.

Os alunos questionam que, ao ferir o decreto, não garantindo a estabilidade docente, eles não têm garantias. Eles ressaltam ainda que querem uma universidade pública e não apenas gratuita.  

Prejudicial

De acordo com o presidente, foi decidido que a ocupação seria somente no setor administrativo, para não prejudicar os alunos, que em palavras dele, já estão mais que prejudicados.

— Nos entendemos que nós não podemos prejudicar mais a vida dos alunos do que o governo e a reitoria já têm prejudicado. Então nesse sentido, nós estamos ocupando o lugar onde o governo e a reitoria mandam informações — comentou.

Votação

O Movimento Estudantil, num processo democrático e transparente, juntamente com toda a comunidade acadêmica busca construir coletivamente caminhos para a estabilização da Universidade e superação das pautas básicas que infelizmente a reitoria e o Governo de Minas não cooperam para que sejam solucionadas.

Nesse sentido, com grande vontade de lutar e confiantes na possibilidade de transformação afirmamos categoricamente que manteremos firmemente a ocupação até que sejamos ouvidos.

Resposta

Por telefone, a assessoria de imprensa da Uemg em Divinópolis informou que a ocupação é apenas do Movimento Estudantil e Administrativa. As aulas na unidade continuam normalmente.

Comentários
×