ALMG renovou 40% de seus deputados

 

Da Redação

As eleições deste domingo serviram para provar que o povo está ansiando por mudanças. Muito mais do que trocar de presidente, o povo clama por uma renovação em toda a esfera, incluindo na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG). No último pleito, o Parlamento renovou 40% seu quadro de deputados.

São 31 novos parlamentares enquanto 46 se reelegeram. Houve uma renovação de 40,25%, com 100% das urnas apuradas. O índice de renovação leva em consideração apenas a composição atual da legislatura.

São 77 deputados e, neste ano, 63 tentaram a reeleição para a Casa. Muitos conseguiram ser reeleitos — 46 —, o que corresponde a um índice de 73% de sucesso.

Outros deputados que compõe o quadro de parlamentares da ALMG se candidataram a outros cargos, como deputados federais, senador e governador. Oito deputados que ainda exercem mandato nesta legislatura se candidataram a deputado federal e um a senador.

O presidente da Casa, Adalclever Lopes (MDB) se candidatou a governador, mas não foi eleito. Ele obteve 2,77% dos votos, abaixo do governador Fernando Pimentel (PT), com 23,08%. O segundo turno será disputado entre Romeu Zema (Novo), com 42,78%, e Antonio Anastasia (PSDB), com 29,04%.

Fábio Cherem (PDT) tentou uma vaga no Senado, mas não foi eleito. Ele conseguiu 5,10% dos votos. Os escolhidos pelos mineiros foram Rodrigo Pacheco (DEM), com 20,5%, e Carlos Vianna (PHS), com 20,23% dos votos.

Oito parlamentares se candidataram a deputado federal, seis foram eleitos, sendo eles, Emidinho Madeira (PSB), Fred Costa (Patriota), Gilberto Abramo (PRB), Lafayette de Andrada (PRB), Paulo Guedes (PT) e Rogério Correia (PT). Fabiano Tolentino (PPS) e Felipe Attiê (PTB) não conseguiram se eleger para a Câmara Federal.

Quatro deputados que não quiseram se candidatar a qualquer cargo eletivo, sendo eles Anselmo José Domingos (PTC), Tiago Ulisses (PV), Missionário Marcio Santiago (PR) e Cabo Júlio (MDB).

 

Comentários
×