Alma Zen recebe exposição

 

Jorge Guimarães

Em comemoração aos seus 20 anos de caminhada artística, William Pinguim expõe suas peças na casa artística-cultural da cidade que também funciona como bar, o Alma Zen.

Ao longo de sua trajetória, o artista experimentou diversas técnicas que vão desde o grafite (arte urbana) até esculturas toy arte. Com a influência do skate, ele dialoga com a rua e com as pessoas em uma linguagem crítica e lúdica.

Ações

Diversos trabalhos marcaram sua caminhada, dentre eles a construção da pista de skate no Parque da Ilha, a maior de Minas Gerais, engajamento nas questões político-sociais como compositor e na Associação Divinopolitana de Skate (ADS). No ano passado, Pinguim deixou sua marca na 3ª Semana de Artes da Universidade do Estado de Minas Gerais (Uemg), em Divinópolis, com um grafite realizado na parede dos dois andares do prédio de Ciências Humanas com aproximadamente 100m2.

Ainda no fim do ano, revitalizou a praça Olinto Milagre Filho, situada na rua Sergipe, Centro, através de mutirões e do grafite.

Alma Zen

Situado na rua do Contorno, 601, próximo à linha do trem que liga a via à Vila Anita Garibaldi, o bar underground conta com a presença frequente de artistas locais por ter características instigantes à criatividade e fora dos padrões de um bar convencional. Coordenado por Lazinho e sua família, o Alma Zen é uma casa aberta a boas ideias e bons encontros.

Mundo nas mãos

Fazendo uma crítica ao mundo contemporâneo e todas as questões incutidas neste século XXI, o artista chama a atenção para a nossa grande casa, o planeta Terra. Com mensagens ecológicas e de apelo ao cuidado com a mãe natureza, seus quadros retratam, com beleza, a triste realidade na qual o mundo se encontra atualmente.

Conhecer

A visitação pode ser feita no Alma Zen, junto aos colaboradores da casa. Também estão à venda peças do artista na livraria Boutique do Livro (@boutiquedolivro) e na loja Downtown ou direto com o próprio artista, @pinguim.artes.

Este trabalho conta com a produção e curadoria de Mariana Bernardes, artista local e produtora cultural. Mais informações, acesse: @_contecomigo.

Comentários
×