Afastando a desconfiança

José Carlos de Oliveira

A vitória do Guarani em Patos de Minas sobre o Mamoré, no sábado, 29, por 1 tento a 0, veio na hora certa e não poderia mesmo ter ficado para as rodadas seguintes, porque aqui pelas nossas bandas é assim: depois de uma derrota (principalmente se o time perde em casa), a equipe tem que se recuperar já no jogo seguinte; do contrário, chove pressão por todos os lados.

A desconfiança da torcida aumenta, e a necessidade de resultados acaba jogando água em todo o planejamento da temporada. Assim é o torcedor - e não há como fugir dessa realidade.

Agora, toda a desconfiança que o insucesso diante do Pouso Alegre deixou em alguns já é parte do passado e o Bugre pode seguir com tranquilidade sua caminhada rumo à segunda fase do Módulo II.

Grande resultado

E a vitória do fim de semana foi, sim, um excelente resultado. O segundo triunfo em dois jogos como visitante é a credencial que o alvirrubro precisava apresentar ao seu torcedor, mostrando aos mais céticos que em campo as coisas caminham bem e que cabe apenas a ele (o torcedor) dar agora sua resposta nas arquibancadas. Com o reforço de seu 12º jogador, fica sempre mais fácil para qualquer clube, e, para um time formado por atletas jovens, é ainda mais importante.

Mais seis pontos

Ocupando a segunda colocação do campeonato, com nove pontos ganhos, e a apenas um pontinho atrás do líder Pouso Alegre, o Bugre se prepara para duas partidas no Farião nas próximas rodadas, contra os dois Democratas (Governador Valadares, dia 7, e Sete Lagoas, dia 14) para deixar encaminhado seu primeiro objetivo no estadual de 2020: assegurar uma das quatro vagas para a fase final. Vencendo os dois duelos em casa, o Bugre dificilmente deixará de se garantir entre os finalistas.

Futebol e seu lado social

Num tempo onde quase todos os homens olham sempre para o próprio umbigo, vivem pela lei de Gerson, querendo levar sempre vantagem em tudo, encontrar pessoas que se preocupam com as necessidades e o bem-estar de seus semelhantes é algo raro e dificilmente se torna real. E quando isto acontece é, sim, motivo de festa e deve ser comemorado e abraçado por toda a sociedade.

Lado social

E no futebol, então, nem se fala. Nem sempre os desportistas envolvidos com o esporte param para encarar a realidade, enxergando que têm em mãos uma ferramenta única – o torcedor – e que, sabendo usá-la, podem tornar melhor o mundo em que vivemos. E olhar um irmão com os olhos de Cristo fará com que sejamos pessoas melhores, e isso tem que ser valorizado. Ir para um campo de futebol, sabendo que o lado social falará mais alto, deveria ser uma regra, e não uma exceção. E é isto que acontecerá na próxima sexta-feira, 6, no estádio Mendes Mourão, onde uma grande noite de futebol servirá para fazer o bem a quem clama por socorro.

Futebol beneficente

Jogadores e desportistas do futebol amador de Divinópolis estão juntos na jornada beneficente “Todos por Luana” e programaram uma grande noite de futebol para este dia, com a participação de atletas das equipes do Ferroviário, Chapecoense, River Plate, Canabis e Família Zona Sul estarão no estádio Mendes Mourão, campo do Flamengo, com o intuito de arrecadar o dinheiro necessário para ajudar no tratamento da jovem Luana Oliveira Silva, que trava uma luta contra uma grave enfermidade e precisa da ajuda de todos para seguir com o tratamento.

Todos os jogadores envolvidos nos jogos da noite contribuirão com R$ 10, e os torcedores que comparecerem ao estádio pagarão um ingresso simbólico de R$ 4, com toda a renda sendo entregue à família da jovem para que ela possa cobrir as despesas com médico e hospital.

Comentários
×