Adriana Ferreira (16/08/19)

Valorização à vida

Na última quarta-feira nos reunimos – sociedade civil e autoridades – na sede da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) em Divinópolis para discutir a doença do século: depressão.  Nosso encontro foi frutífero e já temos uma reunião para o dia 29 às 10h na sede da OAB, na rua Alagoas, 60, Centro, para decidirmos ações para o “Setembro Amarelo”: mês de prevenção ao autoextermínio. Como bem disse o padre Edilson Antônio Manoel: “a vida é um espetáculo incrível”. E é nisso que vamos focar: valorização à vida.

Manoel Brandão

Quando das eleições sinceramente eu não coloquei muita fé. Mas consegui o quase impossível: ter a oportunidade de uma segunda chance de realmente conhecer nosso atual presidente da 48ª subseção da OAB, Manoel Brandão. Além de brilhante advogado e professor, trata-se de um ser humano acolhedor.

Quando levamos nossa ideia de discutir sobre o mal do século, prontamente se colocou à disposição e, se conseguimos reunir um grupo brilhante de lideranças para se engajar, devemos a ele. Além disso, Manoel Brandão se reuniu com as Comissões de Direito Médico, por meio da advogada Marina Alcântara Ribeiro, e de Direito Previdenciário, através do advogado Farlandes de Almeida Guimarães Júnior, e estão verificando a possibilidade de convênio com os núcleos de assistência das faculdades existentes em Divinópolis. A ideia é que aquelas que oferecem cursos de psicologia, direito, medicina, possam também participar dessa campanha de valorização à vida. Manoel Brandão e sua equipe estão fazendo a diferença.

Domingos Sávio I

O deputado federal Domingos Sávio (PSDB) também abraçou a campanha de valorização à vida. Não podemos nos esquecer que, quando era prefeito, a cidade não possuía nenhum serviço público para atender às pessoas portadoras de algum tipo de sofrimento mental. E foi na sua gestão que surgiu o Serviço de Referência em Saúde Mental (Sersam). A unidade foi criada para funcionar dentro do modelo antimanicomial, buscando dar assistência médica, psicológica e social ao paciente, mas mantendo o cidadão junto de sua família e em contato com a sociedade para buscar sua recuperação e sua integração à vida social.

Mas o deputado reconhece que é preciso fazer mais. Atualmente está buscando credenciar em Divinópolis um Centro Especializado em Reabilitação (CER), com ênfase para atender pessoas com deficiência auditiva e autistas.  Segundo Domingos Sávio, é preocupante a falta de assistência a estas pessoas, o que lhes compromete a qualidade de vida. Esperamos que o CER se torne uma realidade e possa atender também os deficientes visuais e outros em situação especial.

Domingos Sávio II

Atualmente, o parlamentar viabiliza trazer para Divinópolis o Centro Dia, que atenderá pessoas deficientes, maiores de 18 anos, em situação de vulnerabilidade social. O programa para pessoas com deficiência é uma unidade de serviço do Serviço Único de Saúde (SUS), vinculada ao Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas). Seu objetivo é ofertar, durante o dia, cuidados pessoais a jovens e adultos com deficiência em situação de dependência, como forma de suplementar o trabalho dos cuidadores familiares. Oferece ainda um conjunto variado de atividades de convivência na comunidade e em domicílio com o objetivo de ampliar as relações sociais e evitar o isolamento social. Estamos na torcida!

IPTU

Já estamos no segundo semestre e nada de concreto em relação à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Imposto Predial Territorial Urbano (IPTU). Quem registrou seu puxadinho, como é meu caso, está pagando mais caro por isso. Interessante é que tem gente que não registrou, paga uma miséria e fica aí cobrando dos demais. Bem dizem: quando alguém aponta um dedo para outrem, aponta três para si mesmo, pena que só enxerga o dedo direcionado a terceiros.

Gestão Legal

Ainda em comemoração ao mês da advocacia, a 48ª Subseção da OAB/MG promoverá uma palestra com o Fabrício Francisco Flotta, especialista em gestão legal. Segundo o presidente da comissão de eventos da Subseção, Victor Azevedo, "os cursos de direito são mais voltados para concursos, não sendo oferecido aos estudantes aulas de gestão legal. Por esse motivo, aqueles que almejam a advocacia, encontram dificuldades em escolher a área de atuação, montar seu primeiro escritório e geri-lo, dentre outras questões. Por isso, entendeu-se como necessária a exposição de um especialista, para que aqueles que almejam o exercício da advocacia tenham uma ideia mais clara acerca da profissão".

A palestra está marcada para o dia 28 de agosto, a partir das 18h30 na sede da OAB e será aberta aos advogados e estudantes de direito. O ingresso terá o custo de R$ 10 mais um brinquedo para doação às crianças carentes em outubro/2019. Mais informações pelo telefone (37) 3221-5532.

Comentários
×