Absolvido por estupro de vulnerável é preso por roubo em Divinópolis

Da Redação

A Polícia Civil (PC) prendeu nesta quinta-feira, 13, em Divinópolis um homem de 40 anos, suspeito de roubo. O mandado de prisão contra ele estava aberto há dois anos. O suspeito já havia sido réu em um processo no qual era acusado de estuprar sua sobrinha, de 12 anos, que engravidou da relação não-consensual.

Apesar de ter confessado o crime, ele foi absolvido pelo juiz Mauro Riuji Yamane. Na época, em entrevista ao Agora, o juiz destacou que a decisão teve como base os fatos, e as críticas, segundo ele, foram feitas sem o devido conhecimento dos acontecimentos. Ele também declarou que não poderia dar mais detalhes, uma vez que o processo está sob segredo de Justiça.

— Essa foi uma decisão baseada em fatos. Para um leigo, saber da notícia, sem conhecer os fatos, a princípio assusta. Só que existem detalhes no processo que só quem participou e viu que sabe. Eu sou juiz há mais de 25 anos, só aqui em Divinópolis há mais de 21, atuando e lutando para combater a criminalidade e o meu trabalho no processo ocorreu de forma muita séria. (...) Estou com a consciência tranquila porque agi dentro do que a lei e a Constituição me permitem — justificou Mauro Riuji.

Comentários
×