A prisão do Diabo

João Carlos Ramos

O livro de Apocalipse 20:1-3 diz: "E vi descer do céu um anjo que tinha a chave do abismo e uma grande cadeia em sua mão. Ele prendeu o dragão, a antiga serpente, chamada diabo e satanás, e amarrou-o por mil anos. E lançou-o no abismo, e ali o encerrou e pôs selo sobre ele para que não mais engane as nações, até que os mil anos se acabem. E depois, importa que seja solto por um pouco de tempo”.

Os peritos em bibliologia afirmam que todos os males do mundo são inspirados pelo arquirrebelde, chamado diabo. No princípio, havia apenas o sublime espírito eterno que preenchia o vastíssimo espaço cósmico, envolto em profunda escuridão. No primeiro capítulo de Gênesis, ele cria os céus e a terra. Havendo primeiramente criado os anjos, ele passou a se chamar DEUS, que significa "objeto de adoração". No mesmo capítulo, Deus criou o homem unicamente para adorá-lo, mas surgiu a primeira gravidez, nascendo os gêmeos Caim e Abel. O diabo entrou na serpente (não na cobra) e seduziu Eva, a primeira mulher a inaugurar a era sexual da humanidade. Adão, sendo ensinado por Eva, também fez sua iniciação sexual com ela. O triângulo amoroso do jardim do Éden deu início a duas gerações: nascem Caim e Abel. Caim, inspirado pelo demônio, assassinou Abel. Adão e Eva se uniram novamente, nascendo o substituto, chamado Sete. Recapitulando: o Diabo era um Anjo da categoria Querubim e se rebelou contra Deus, arrastando a terça parte dos Anjos. Sendo expulso pelo arcanjo Miguel, veio para a terra e usando as leis biológicas de Deus se infiltrou entre os humanos com as três armas principais do inferno:

REBELIÃO, ADULTÉRIO E RELIGIÃO. Ele se rebelara contra Deus e fora expulso. Também entrou na serpente, contaminando a semente humana. O ódio de Caim contra seu irmão é porque eram originários de pais diferentes e da mesma mãe. Alguém pergunta: religião? Sim, porque é simplesmente um atalho enganoso, levando a humanidade para a falsa adoração. Religião é o maior atrativo para o dinheiro, "cujo amor é a raiz de todos os males" e facilita quedas no abismo sem fundo do adultério. Está formado o reino das trevas, inaugurado pelo Diabo que veio para matar, roubar e destruir, conforme a Bíblia.

Voltando ao início do texto, tudo que tem princípio também tem fim. O Diabo será preso por mil anos, numa cadeia de circunstâncias: a segunda volta do Messias será seguida das bodas do cordeiro que durará três anos e meio no céu, enquanto haverá no mesmo período a cognominada "grande tribulação", quando as sete pragas do Apocalipse serão derramadas sobre a terra, para punir os homens que possuem a marca da Besta, 666. Deus enxugará de nossos olhos toda lágrima no período milenial e prenderá o Diabo por mil anos. Seus súditos estarão no inferno e os bem-aventurados no Éden restaurado. O Diabo sofrerá a praga da solidão, pois não haverão corpos para ele usar, enquanto aguarda a sentença final que o condenará ao "lago que arde com fogo e enxofre - Apoc. 20:10".

Abrindo um parênteses: o homem, quando morre, apenas o seu corpo desce ao pó, mas seu espírito ainda vive no paraíso ou no inferno. A alma que é sua natureza o segue, em lamento profundo por causa da rejeição do corpo quando estava na terra. Não existe intercessão pelos mortos, pois o advogado justo não está mais no trono, nesse período. Existe um Deus justo que retribuirá a cada um, segundo as suas obras. Aqui vai um alerta a todos os meus leitores: aceite a Jesus Cristo como seu advogado ou serás conduzido às barras dos tribunais do além! A covid-19 é apenas um trovão, chamando a humanidade ao arrependimento. Não digas que eu não avisei! Que Deus ilumine a todos!

Comentários
×