A mãe da atualidade

 

“Mãe: palavra pequena, mas com um significado infinito, pois quer dizer amor, dedicação, renúncia a si própria, força e sabedoria. Ser mãe não é só dar à luz, e sim participar da vida dos seus frutos gerados ou criados.
Obrigado por termos você." 

Mãe, hoje eu descobri que eu cresci, é que de repente eu me vi
Tão sozinho na estrada
Mãe, hoje eu precisei de você, eu não sabia o que fazer, me vi
De mãos atadas
Mãe, o que é que a gente faz, quando o sucesso não traz a paz
Que a gente procura
Mãe, hoje aqui sozinho eu rezei, aqui no meu cantinho eu chorei,
E chorando fiz uma jura
Juro que a partir de hoje vou fazer meu tempo, vou ficar mais
Perto do teu sentimento
Vou ficar mais perto, mãe, do teu amor, juro não deixar jamais a
Minha ambição
Falar tão mais alto que meu coração, se minha riqueza, mãe, é o
Teu amor
(refrão)

Mãe, me dá teu colo,
Mãe, mulher que adoro,
Mãe, se existo devo a ti meu respirar
Mãe, tão puro amor de mãe
Que às vezes não me vêm palavras pra expressar
Mãe, pra ti conjugo o verbo amar... Mãe

Mãe, teu conselho me orienta, teu carinho me alimenta
Da paz, do amor, da esperança
Mãe, hoje eu sou um homem eu sei
Mas as vezes que eu chorei, não passei de uma criança
Mãe, o que é que a gente faz, quando o sucesso não traz a paz
Que a gente procura
Mãe, hoje aqui sozinho eu rezei, aqui no meu cantinho eu chorei,
E chorando fiz uma jura
Juro que a partir de hoje vou fazer meu tempo, vou ficar mais
Perto do teu sentimento
Vou ficar mais perto, mãe, do teu amor, juro não deixar jamais a
Minha ambição
Falar tão mais alto que meu coração, se minha riqueza, mãe, é o
Teu amor

Mãe, aquela que gerou, deu à luz ou criou um ou mais filhos. Fêmea de animal que teve cria ou oferece proteção ao filhote que não é seu. Aquela oferece cuidado, proteção, carinho ou assistência a quem precisa.

Uma das principais características das mães atuais é ter muita flexibilidade no seu dia a dia, buscando constantemente o equilíbrio para conseguir realizar todas as tarefas de sua atribulada rotina, mas, claro, priorizando os filhos e a vida familiar.  “Ser mãe nos dias de hoje não é uma tarefa fácil. É necessária uma alta dose de paciência e dedicação para conseguir conciliar todas as atividades diárias, pois a mãe moderna trabalha, educa, acompanha e participa ativamente da vida dos filhos.”                                                   

Com relação às diferenças entre as mães de antigamente, estas tinham a casa e a família como principais atividades, conseguindo, desta forma, mais tempo de dedicação aos filhos. Entretanto, por estarem em outro momento social e terem como referência a educação que receberam, a base era a imposição constante das ideias, sem muito espaço para o questionamento. Já as mães de hoje não se dedicam 24 horas por dia aos filhos, mas, apesar deste tempo reduzido, por estarem sempre bem informadas e atualizadas, conseguem também contribuir bastante com a formação intelectual deles. Outra diferença marcante é que a disciplina é passada de uma forma orientadora, além de existir um espaço maior para o questionamento e diálogo familiar.

Entre tantos desafios a serem enfrentados, o equilíbrio pode ser a chave do sucesso para essas tantas mulheres e mães. O equilíbrio, neste caso, não quer dizer somente organizar e atender de forma eficaz a rotina do dia a dia, mas, também, cuidar do lado emocional e do próprio crescimento pessoal. “Não adianta ter a vida dos filhos organizada, falar vários idiomas, ser bem sucedida, mas ser infeliz e não estar bem consigo mesma. O equilíbrio também quer dizer a busca da satisfação interna.”

Aceitar a escolha de conciliar ser mãe e profissional, ter pessoas confiáveis para ajudar com as crianças, organizar a rotina, valorizar os momentos e participar da vida do filho são algumas dicas que Milene Rosenthal disponibiliza para as mães viverem melhor e aperfeiçoarem seu tempo de forma mais eficiente.

Comentários
×