A lei e cada um

Cuidado com o que desejas! Você pode acabar conseguindo.

Um dia tudo fica do jeito que você queria que ficasse. Foi quem tinha de ir, veio quem tinha de vir, ficou quem tinha que ficar.

Mas não pense que foi você. Não foram as suas manobras nem a força dos seus pensamentos que fizeram tudo isso. Pensando bem, você queria tudo diferente, tudo do seu jeito.

Mas o tempo tem seu próprio jeito, o jeito certo. É assim a lei que rege o universo. É ela que se encarrega de colocar tudo no seu devido lugar e no tempo certo.  É preciso deixá-la agir. Agir em nossas vidas, agir na vida do outro, agir no meio de nós.

Alguns chamarão esta lei de Deus, outros darão outros nomes conforme suas crenças e os outros chamarão de neurociência ou alguma coisa que possa ser explicada em tese.

Mas o fato é que esta lei existe e isto ninguém pode negar. É ela que põe cada coisa em seu devido lugar. Na hora certa, no lugar certo, com as pessoas certas. Um sopro de harmonia.

É uma pena sermos todos muito apressados. É uma pena atropelarmos a lei natural dos fatos com nossas soluções mirabolantes. Carregamos nas costas um peso imenso chamado solução. Temos a solução para tudo, inclusive para o problema do outro. Ignoramos a lei do universo e do alto da nossa prepotência nos julgamos capazes de dar a solução para tudo.

Sabemos o que os nossos pais devem fazer, o que os nossos filhos devem escolher e o que os nossos companheiros precisam fazer para resolver o problema x, y e z. Ah, como somos bons! Bons e prepotentes.

Nós não sabemos quase nada. Não sabemos nem de nós mesmos. Não conhecemos direito nossas forças, tampouco nossas fraquezas. Não é raro nos surpreendermos conosco. Somos traídos por nós mesmos, somos atraídos pelas propostas encantadoras do mundo e facilmente nos pegamos começando tudo outra vez porque recaímos nos nossos propósitos.

Talvez seja a hora de parar de querer e deixar que o universo haja conforme a sua lei. Se ele (o universo) fez tudo tão bem até aqui, merece um pouco mais da nossa confiança.

Merece que entreguemos um pouco do fardo ao tempo para que ele cure as feridas e acalente os corações. Existe hora de agir e hora de deixar o tempo agir. E cabe a nós respeitar a ação do tempo. Tudo está onde deveria estar. E tudo mudará no seu devido momento. Essa é a lei. O resto é tentativa.

leila@leilarodrigues.com.br

Comentários
×