238 pessoas são homenageadas pelos vereadores durante o ano

10ª edição foi ontem; ainda faltam 4; entre os projetos, os nomes de ruas se destacam

 

Marília Mesquita

Mais uma solenidade de condecoração foi realizada no final da tarde de ontem, na Câmara de Divinópolis. Os trabalhadores do campo foram os homenageados na última semana com a comenda “Produtor Rural 2017” e, desta vez, gestores e empresas foram agraciadas com o “Mérito Empresarial 2017”.

Esta foi a 10ª vez no ano que os 17 vereadores cumpriram o ritual de convidar um cidadão para subir no Plenário da Casa. Outros quatro já estão agendados para acontecer até o final de 2017. Isso significa que anualmente 238 pessoas recebem uma placa com referência à Câmara de Divinópolis.

Na tribuna, este assunto já motivo de discurso do vereador Edson Sousa (PMDB). Para ele, a Câmara parece perder o sentido de existir como órgão fiscalizador.

— Esta Casa está me assustando. Em uma legislatura está fazendo mais homenagens do que a população da menor cidade de Minas, que possui 815 habitantes — enfatizou.

Moções

Outra forma de homenagem prestada na Câmara são as moções congratulatórias e de pesar, que podem ser apresentadas em todas as reuniões ordinárias.

Para Edson, não há nenhum problema neste tipo de homenagem já que não geram gastos.

— As moções são parte da rotina de um vereador, ela não vulgariza à utilidade da Casa e não gera gastos — argumentou.

 Até agosto, o vereador havia inscrito 37 moções para serem lidas pela Mesa Diretora. Ao todo, 166 pedidos foram registrados nos primeiros 8 meses do ano.               

Leis do legislativo 

As homenagens também acontecem nas votações. Dos 79 projetos de lei aprovados na Câmara, 19 foram referentes a nomes de ruas e praças. O que equivale a 24% dos trabalhos de votação da Casa. Outros 9 de referem a datas comemorativas comemorativos ou campanhas. O que representa 11,4% do total.     

Dos dez vereadores que propuseram projetos deste tipo, o vereador Elton Tavares (PEN) foi o que apresentou mais, foram 8 no total. Para ele, algumas datas ficam marcadas na vida das pessoas e elas merecem lembrar delas como algo especial.

— Dei nome para ruas da comunidade do Choro, porque é importante para dar identidade ao lugar. E as datas comemorativas são muito importante para lembrar da importância das situação. No caso da semana antidrogas, como uma prevenção, e no caso da semana do turismo para lembrar que é uma forma de fomentar a economia local — explica.

Já o vereador Deleano Santiago (PMDB) é o que menos fez propostas com este objetivo.  Sua assessoria de comunicação afirmou que o vereador realmente não coloca este assunto em primeiro lugar, mas não tem nada contra quem faz. Disse também que tem umas sugestões no gabinete e que Delano homenagear algumas, pessoas. Revelou que em algumas pessoas merecem ser eternizadas, uma delas é Elisa Franca, primeira médica de Divinópolis que morreu há cerca de três meses.

 

 

 

 

Comentários
×