'Toda Terça Gravatá' apresenta hoje última peça desta edição

‘Essa Velha não é minha’ é o espetáculo que estará em cartaz

 

Jorge Guimarães

Quem acompanha o cenário cultural de Divinópolis e aprecia as peças teatrais não pode perder hoje a última oportunidade para rir com a comédia “Essa velha não é minha”, da companhia Os Teatráveis. Em cartaz já há alguns anos, o espetáculo ganha o público com um roteiro inusitado.

No texto inspirado na obra de Artur de Azevedo, Francelina recebe na casa onde trabalha uma velhinha mal humorada, que diz ser tia do dono da casa. Como trabalha há pouco tempo no imóvel, a empregada a deixa entrar.

Quando chega, Naba, o patrão, se espanta ao ver uma pessoa estranha dormindo em sua sala. Seu susto é ainda maior quando tenta acordá-la e percebe que ela está morta.

Essa situação louca precisa ser resolvida pelo Naba, por uma empregada atrapalhada, uma namorada burrinha e um velho trambiqueiro. Está pronta a receita perfeita para muita confusão e gargalhadas.

“Essa velha não é minha” tem no elenco Hamilton Costa, Nayara Naila, Alessandro Tião, Débora Cristina, Ronara Soares, Cristopher Costa e direção de Hamilton Costa.

 Sucesso

Neste ano o projeto “Toda Terça Gravatá” ocorreu em 15 terças-feiras e levou cerca de três mil espectadores ao teatro. Foram nove espetáculos diferentes. Evento que envolveu 26 pessoas profissionais.

Fundador da companhia, o também roteirista, diretor e ator Hamilton Costa comemora os resultados do projeto em 2017.

— A novidade foi termos convidado 22 atores de Divinópolis e região. O desafio foi grande porque tínhamos artistas atuantes e alguns que estavam parados há muito tempo. Foram meses ensaiando com todos para oferecer ao público espetáculos de qualidade e conseguimos! Agora só tenho a agradecer aos que fizeram parte conosco, especialmente aos nossos patrocinadores e apoiadores, que tornaram possível o evento — declara o diretor.

Repetir 

Na terça-feira passada, quem assistiu e deixou sua opinião sobre a peça “O bilhete” foi o técnico de sistema elétrico Aldair Soares da Silva.

— Achei o espetáculo bacana. Uma peça muito gostosa de assistir. Gosto de apresentações de censura livre, porque dá para trazer toda a família. Neste ano eu assisti a seis espetáculos dessa companhia, sendo cinco diferentes, porque repeti “Os Tonhões” — relata.

Serviço 

Ingressos à venda na Cabana do Açaí, na rua São Paulo 660, próximo à praça do Santuário. Você também pode comprar online pelo site osteatraveis.com.br. Comprando antecipado, o preço  é de meia-entrada. Na hora da apresentação o ingresso tem o preço de inteira. Meia apenas com carteirinha de estudante ou para idosos acima de 60 anos. A peça de hoje terá início às 20h e a duração é de 80 minutos, com censura para 10 anos.

 

 

Comentários
×