É tempo de planejar

Chegamos a mais um dezembro. Junto com ele, as propagandas de TV embalando hits que nos motivam a sonhar com o próximo ano. É tempo de renovação dos desejos e dos sonhos para 2020, além, é claro, de fazermos o balanço do ano que chega ao fim, analisando o que realizamos frente ao que sonhamos.

Talvez estejamos na época em que as pessoas mais planejam. Umas porque precisam e outras porque se sentem obrigadas a fazê-lo, só para acompanhar a corrente de desejos para 2020 que se instaura no país. Porém, a grande pergunta é: dos que desejaram coisas em dezembro de 2018, quantos realmente planejaram?

Podemos desejar muito alguma coisa e não fazermos planos para alcançar. Aliás, isso é o mais comum. Somos mestres no ato de desejar, mas pecamos ao executar. Isso vale tanto para o horizonte empresarial quanto para o pessoal.

Se pararmos para estabelecer uma diferença entre o desejo e o planejamento, começaremos a entender por que em todo dezembro, junto com os sonhos de um novo ano melhor, vem uma triste conclusão: o ano passou e eu não tive tempo de ir atrás daquilo que sonhei.

O sonho ou o desejo é algo seu, que você gostaria de ter. O plano é quando você descreve em passos a forma de conquistar o seu desejo, de forma escrita e colocando datas limite para que cada um desses passos seja cumprido.

É claro que não basta colocar o sonho no papel, pois este tem que ser possível de ser realizado e deve depender de você. Planejar dependendo de outros é como se fizéssemos promessa para um amigo pagar.

Assim, aqui vão alguns passos para que você possa fazer um bom planejamento para 2020:

1- Defina, entre os seus vários sonhos, os que mais significam para você (dois ou três no máximo), verificando se eles são realmente possíveis de serem realizados em 2020;

2- Levante os pontos positivos que você tem e que te ajudarão a seguir em frente;

3- Levante os pontos negativos que você tem e que te impedem de seguir em frente rumo ao seu sonho;

4- Analise o ambiente que te cerca e levante as principais oportunidades que podem levar você aos seus sonhos (coisas que ocorrem de bom no mercado e que não dependem de você);

5- Analise o ambiente que te cerca e levante as principais ameaças que podem te atrapalhar de chegar aos seus sonhos (coisas que ocorrem de ruim no mercado e que não dependem de você);

6- Verifique se as suas fraquezas e as ameaças são mais fortes que suas forças e oportunidades. Se forem mais fortes, sugiro que você revise seu sonho para algo mais próximo de suas forças e das oportunidades que cercam você;

7- Se seu sonho for viável, construa um plano de ação que responda às perguntas abaixo:

a) O que vou fazer em 2020 para corrigir tudo o que me atrapalha (fraquezas e ameaças) de chegar onde eu quero?

b) O que vou fazer em 2020 para usar as minhas forças e aproveitar as oportunidades que me ajudam a chegar onde eu quero?

8- Definidas essas ações, coloque para cada uma: a data para a ação estar pronta; quem será o parceiro que vai te ajudar nesta ação e quanto você pode gastar com ela;

9- Acompanhe seu plano de ação uma vez por semana fazendo a seguinte pergunta para cada ação: as atitudes que tive nesta semana foram suficientes para eu concluir esta ação na data prevista? Se a resposta for positiva, ótimo. Se não, você precisará mudar seu comportamento na semana seguinte.

Lembre-se: sonhar todo mundo sonha. Planejar colocando os sonhos no papel, só alguns fazem. Desses que planejam colocando no papel, poucos acompanham o seu plano de ação mudando o comportamento quando necessário.


Ou transformamos nossos sonhos para 2020 em planos e os acompanhamos com firmeza, ou seremos mais um a chegar dezembro dizendo: “nossa, o ano passou e eu não fiz nada!”.


Bom fim de semana a todos, e lembre-se, se você perdeu alguns de meus textos, acesse www.professormarcosfabio.com.br e vá à aba “coluna”. Lá você encontrará tudo que escrevo. Boa leitura!

Comentários
×