‘Nascentes’ precisa enviar relatório mensal sobre andamento de obras

 

Matheus Augusto

A MG-050 voltou a ser a pauta durante um encontro entre autoridades políticas. O presidente do PSL em Divinópolis, Fernando Malta, esteve em Belo Horizonte na última segunda-feira, acompanhado do prefeito de Carmo do Cajuru, Edson Vilela (PSB), e o de São Gonçalo do Pará, Antônio André (MDB), para se encontrar com o secretário de Estado de Transporte e Obras Públicas (Setop), Marco Aurélio Barcelos. Durante a reunião, que teve também outros representantes de Divinópolis, foram discutidas as diversas obras da AB Nascentes das Gerais na cidade, dentre elas, curvas perigosas, onde o número de acidentes é alto.

Obras

Dentre os pontos abordados durante o encontro, Fernando destacou uma das vias de acesso a Divinópolis.

— A gente vem lutando desde 2011, em relação a tirar essas curvas do trecho da curva da MBL, e trazer um cartão de visitas mais favorável a cidade, porque, infelizmente, além do excesso de acidentes que tinha, que reduziu bem com a sinalização, a logística de transporte ali é horrorosa — afirmou.

No entanto, para a realização da obra no local, ainda é necessário um acordo com a empresa MBL.

— O secretário nos posicionou que a obra de São José dos Salgados começa em julho, que é uma pequena duplicação, mas são as entradas da cidade, onde ocorrem muitos acidentes. Na sequência, vem a obra da duplicação do trevo de São Gonçalo até a ponte do Gafanhoto, que ainda depende de um acordo da MBL. Porque essa obra irá beneficiar a empresa, pois ela vai ter uma economia muito grande de combustível — relatou Fernando.

Mudança

De acordo com Fernando, para agilizar as obras na cidade, a concessionária está substituindo a empresa terceirizada, que realizava as intervenções.

— A empresa que estava aqui em Divinópolis, a Enpavi, está sendo substituída. As obras não estavam andando. Primeiro, por excesso de chuvas, e também, me parece, por causa de algumas falhas dessa empresa anterior em relação aos projetos — afirmou.

Acompanhamento

O presidente do PSL destacou também que, um dos pontos positivos do encontro com o secretário Marco Aurélio, foi a criação de um grupo de acompanhamento das obras.

— O deputado Professor Irineu (PSL) foi convidado para acompanhar, mensalmente, as obras das Nascentes. O secretário convidou ele para fazer parte desse projeto de acompanhamento. [...] A Nascentes vai ter que, todo mês, apresentar a eles o andamento das obras, para eles conferirem se o cronograma está sendo cumprido — explicou Malta.

Confiança

O presidente do PSL em Divinópolis afirmou ainda estar confiante com o discurso firme do secretário da Setop.

— [O secretário] deixou bem claro que agora o projeto tem que andar. Se os prazos não forem cumpridos, ele vai entrar na Justiça — relatou.

Ainda segundo Fernando Malta, o secretário entrou em acordo com a concessionária, que apresentou novos prazos para o término das obras. Ainda segundo o presidente do partido, em encontro com representantes da AB, a empresa deve intensificar os esforços na cidade para concluir os projetos.

— Não podemos continuar do jeito que está. Divinópolis está sendo prejudicada, está atrapalhando o desenvolvimento da cidade. As obras precisam evoluir — pontuou.

Segundo Malta, caso não haja o cumprimento do cronograma, por razões que não sejam justificáveis, pode ocorrer, inclusive, a rescisão de contrato.

 

Comentários
×