‘Mostra Traços Divinos’ começa amanhã

Além da exposição, programação de lançamento inclui outras atividades

Jorge Guimarães

A “1ª Mostra Traços Divinos” vai expor os trabalhos dos artistas Clara Assis, Diego Medeiros, Fagner Flyer, Gui Silva, Michele Gontijo e Rafael Salatiel.  As obras foram selecionadas, por uma comissão julgadora, entre 30 que se inscreveram para participar.

Voz e violão

Além dos quadros expostos, no dia do lançamento, o público poderá assistir a uma apresentação de voz e violão com Daniela Carvalho e Matheus Mihavecz. Na programação, há ainda uma oficina de desenho à mão livre para crianças, promovida pela escola Bitmap, a partir das 9h30, com as vagas sendo ocupadas por ordem de chegada e limitadas. Quatro, dos seis artistas, vão mostrar seu talento ao vivo ao elaborar obras no momento da vernissage.

Pinturas e desenhos

As produções para a mostra variam entre pinturas a óleo, desenhos em aquarela e pirografia, cujos traços são feitos com fogo. Os artistas ganharam um voucher para compra de produtos artísticos e deixarão, cada um, cinco obras para exibição.

Valorizar o artista  

A maioria dos trabalhos estará à venda e o valor integral será repassado para os artistas. A iniciativa de comercializar as obras visa a fomentar a valorização dos trabalhos artísticos regionais. De acordo com relatos dos artistas na reunião de alinhamento da mostra, a maioria das vendas que realizam é para pessoas fora de Divinópolis.

Histórias de vida

Segundo Danuza Nogueira, diretora do espaço que receberá a mostra, o mais impressionante da exposição é a história por trás da arte de cada participante.

— O mais interessante foi que, ao nos reunirmos para alinharmos sobre a exposição, encontramos um grupo muito diferente e ao mesmo tempo muito homogêneo. Escutar a história de cada um e como a arte surgiu em suas vidas, como ponto de fuga e resgate em momentos difíceis, foi incrível. Mais do que um simples desenho, as artes que aqui serão expostas contam experiências de vida — definiu.

Exposição

A mostra poderá ser visitada a partir de amanhã, às 9h,  na Fortil Papelaria, até o início de novembro.

Comentários
×