“Medicamento em Casa” completa três meses

​Projeto do governo estadual já percorreu 34 mil quilômetros e beneficiou mais de 5 mil pacientes

Da Agência Minas

Durante o tempo de atuação, o Medicamento em Casa já fez cerca de 9 mil entregas de medicamentos do componente especializado nas casas de mais de 5 mil pacientes, usuários da Farmácia de Minas de sete Unidades Regionais de Saúde (URS). O serviço de entrega é gratuito e faz parte das medidas de enfrentamento à pandemia de covid-19 em Minas Gerais.

O projeto, fruto de parceria entre a Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG) e Defesa Civil estadual, é viabilizado por meio de doação da empresa de mobilidade urbana, 99. O Medicamento em Casa tem como finalidade descentralizar a distribuição de medicações, o que evita exposição de pacientes mais vulneráveis à covid-19 em filas e aglomerações nos Núcleos de Assistência Farmacêutica (NAFs) das Regionais de Saúde.

Serviço

Desde 14 de abril, a ação já beneficiou pessoas com 41 doenças, com 55 tipos de medicamentos de uso contínuo. No primeiro momento, foram favorecidos os pacientes portadores de Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC) e asma. O projeto vem se adequando às realidades regionais, tendo ampliado o leque de doenças atendidas, e, consequentemente, o número de beneficiados.

Segundo Luiz Fernando Prado de Miranda, especialista em Políticas Públicas e Gestão Governamental e gerente do projeto, o Medicamento em Casa conseguiu crescer muito, atendendo um número bem maior de pacientes e de doenças abrangidas. "Além de ser uma forma de proteção aos pacientes, a entrega de medicamentos em casa também é uma forma de oferecer comodidade a essas pessoas, que muitas vezes têm dificuldade de locomoção física e de meio de transporte para ir às Farmácias. É gratificante prestar este serviço aos cidadãos mineiros, encurtando as distâncias de forma inovadora e com excelência”, reforça.

A iniciativa também favorece os taxistas que fazem as entregas. De acordo com pesquisa realizada internamente, 100% dos taxistas responderam que o projeto aumentou suas rendas durante a pandemia, e 48% afirmaram que este aumento foi de mais de 50%, se comparado ao período da pandemia anterior ao início do projeto.

Atuação

O Medicamento em Casa está disponível nas Farmácias Regionais de Juiz de Fora, Belo Horizonte, Uberlândia, Divinópolis, Teófilo Otoni, Coronel Fabriciano e Pouso Alegre. Outros municípios que são atendidos pelas regionais onde se localizam as Farmácias também foram abarcados pelo Medicamento em Casa: Ipatinga, Timóteo, Santana do Paraíso, Itambacuri e Santa Rita do Sapucaí.

Como funciona

As equipes dos Núcleos de Assistências Farmacêuticas entram em contato com os pacientes e informam a data da entrega dos medicamentos. Os beneficiários devem estar com os cadastros atualizados no Programa Farmácia de Minas para que o recebimento dos medicamentos em suas residências seja efetivo.

A atualização de cadastro pode ser feita pelo WhatsApp (31) 9 8282.4324 ou pelo e-mail: medicamentoemcasa@saude.mg.gov.br.

Para os demais usuários, que também fazem parte do grupo de risco da covid-19, a orientação é utilizar o modelo de declaração autorizadora disponível no site - www.saude.mg.gov.br/obtermedicamentos - para designar um procurador que possa retirar o medicamento em nome do paciente.

Comentários
×