‘Mãos magras… alma forte!’

Israel Leocádio

Olá! Como você está? Acredito que algumas pessoas, ao lerem o prólogo deste artigo, poderão dizer: “Vou mal!”. Ou, mesmo sem palavras, afirmar em sua alma que “nada vai bem”. Se for seu caso, quero desejar que seu dia melhore. É por isso que nos cumprimentamos com “bom dia!”. Desejamos isso ao próximo. Em Israel, as pessoas se cumprimentam com shalom (paz), porque desejam que a paz esteja com o outro. É o que disse Jesus aos apóstolos: “E, em qualquer casa onde entrardes, dizei primeiro: Paz seja nesta casa. E, se ali houver algum filho de paz, repousará sobre ele a vossa paz; e, se não, voltará para vós” (Lucas 10.5,6). Porém, digo aos que não se sentem bem ou em paz: compreendo seu problema! Contudo, provoco-o a uma reflexão. Proponho pensar em uma passagem bíblica. Peço que leia antes de rejeitá-la! Sei que fazemos isso. Como afirma a filosofia: “O homem rejeita tudo aquilo que não alcança o entendimento”.

Sugiro falar de fé, para melhorar o dia. Certo cantor brasileiro disse: “A fé não costuma falhar!”. Então, parafraseando Blaise Pascal, não rejeite a fé antes de aprender sobre ela.

Então, inicio falando do extraordinário poder da fé. Não é à toa que Deus não pode ser agradado por atitudes construídas sobre a falta da fé. É preciso ter fé! O interessante é que vivemos nos valendo da fé todo tempo, sem perceber! Cremos em dias melhores. Cremos na recuperação de quem amamos. Cremos nos investimentos que fazemos. Cremos, cremos... Cremos! Porém, alguns negam a fé, enquanto outros gostariam de tê-la! 

Pensando bem, ter fé é fundamental! Porque precisaremos dela para momentos difíceis. Creio que Deus se agrada da fé porque ela transforma o homem interiormente. Essa mudança ocorre dentro de nós e depois contamina outros (obs.: a fé é contagiosa!). Isso porque a fé é manifesta em ações. Não é interior apenas, mas ela é capaz de transformações (metanoias). A fé é PODEROSA! Isso fica claro nas expressões de Jesus: “Tua fé te salvou!”. A fé é poderosa. Pela fé, muralhas caíram; rios e mares se abriram, sinais nos céus e na terra. Dizem que “Red Bull dá asas”. Digo: o Senhor pode dar a você o céu. Basta crer!!! 

Vou citar o exemplo da fé na vida de uma mulher (que viveu 12 anos com uma enfermidade, aguardando um milagre!). Isso para mim seria o suficiente para confirmar a fé daquela mulher, visto que fé é determinação, coragem. Mas sei que algumas pessoas (ou muitas) não acreditariam.

Veja essa história: Uma mulher perde sangue por doze anos... Perde dinheiro... Perde a saúde... Perde forças e recursos. Mas não perde a fé. Aquela mulher de mãos magras era de alma forte! Magrinha, frágil, ela rompeu uma multidão e tocou em Jesus (Marcos 5.25-29). E foi curada. A palavra de Jesus a ela? “Tua fé te curou!” Você e eu precisamos aprender com essa mulher. Claro! Em dias difíceis, os que carregam o diferencial chegam na frente. Então, veja as lições da mulher de mãos magras:

(1) – Não mudarei as coisas com uma mentalidade derrotista. Se desejo milagre, preciso mudar minha mente. Permiti-me acreditar no impossível. Tirar da mente a frase: “Será que Deus pode?”. Jogar fora a timidez emocional e injetar garra em minh’alma.

(2) – Não mudarei as coisas se não mudar minhas atitudes. É preciso ser arrojado, audacioso, corajoso. Permitir a experiência da valentia, da ousadia. É preciso ser decidido, resolvido.

(3) – Não mudarei as coisas se não mudar o conceito de fé. A fé é a autorização do espírito para ser determinado na busca de seus objetivos. A fé é a permissão para surpreender, acreditar, ir em frente quando todos param.

Enfim, podemos ter “mãos magras”. Cansadas da luta. Fragilizadas pelo esgotamento. Contudo, se tivermos uma alma forte e acreditarmos, tocaremos no próprio Deus e mudaremos nossa história. Tenha a alma forte! Não olhe para a fraqueza de suas mãos. Olhe a força do seu Deus!

 

ileocadiodasilva@yahoo.com

Comentários
×