Água boa na praça

Rotativa - Maria Cândida 

Só mesmo quem, como eu, que aqui viveu as penúrias de morar numa cidade sem o básico como a boa água, é que pode aquilatar o tamanho da importância que tem a instalação deste equipamento moderno acima, oferecendo ao povo desta cidade, em plena praça, água pura, filtrada, gelada e, além de tudo... Do bom emprego de impostos .

No princípio, a água de que a cidade e cidadãos se serviam era praticamente in natura do nosso rio Itapecerica. Vez em quando uma mina d'água aqui, outra ali , água benta… A RMV (Rede Mineira de Viação ou Ruim, Mas Vai), com seus tanques de água limpa para abastecimento das máquinas, deixava a gente apanhar água lá quando a do rio falhava, o que não era tão raro... Mas acontecia às vezes, uma penúria!

Pouco a pouco, mercê de administradores esforçados e honestos, a cidade foi crescendo e se humanizando. O grande prefeito Antônio Martins Guimarães, querido primo, muito se esforçou e se desdobrou de competência e esforço e em boa companhia, mas que muito sofreu por chancelar a vinda da Copasa para a cidade. Copasa ou Comag a princípio penou dura oposição, mas aconteceu. E cresceu. E agora, quem diria!...

Ali, na praça, água limpa, pura, filtrada. Tudo isto ao simples toque do pé para beber ou lavar as mãos… Milagre da Tecnologia assim, com maiúscula… Esta praça tem e teve de tudo. Tinha um obelísco que foi roubado. E era pirulito de verdade, grande, bonito, tão atraente que foi levado. Não faltaram nomes de possíveis ladrões, mas faltou vontade verdadeira de pegar o ilustre ladrão.

Outra vergonha para a praça: ela fora batizada com o nome de Praça do Santuário ou Praça Santo Antônio, mas… Um governador cismou de mudar-lhe o nome. Daí que o governador, certamente sofredor de carência afetiva, soltou decreto histórico: “A praça de Divinópolis passava a se chamar Praça Governador Benedito Valadares...”. Ai! Até doeu e dói....

Pois agora, instalado bem no Centro de Divinópolis, em plena “Praça do Santuário”, exibimos o bebedouro mais avançado da tecnologia moderna, que obedece um simples toque do pé para jorrar água e matar a sede, lavar as mãos e… Enfeitar a praça.

Agora, pois, cuidemos do que é nosso e mereçamos receber o bom uso do dinheiro do imposto que pagamos e que nos volta trazendo cidadania alegria e saúde! 

Que a noiva vista roupagem nova para receber o presente. Veste nova, limpeza, respeito e… Palmas!












Comentários
×