“Café, arte e fé” é a exposição de Michel Salazar

Jorge Guimarães

Obras do artista paraminense Michel Salazar estarão na exposição “Café, arte e fé”, que ocorre até o próximo dia 20, no espaço cultural da Maria Baguette. A mostra destaca a importância do compartilhamento de um bom café, energias e arte.

Início

Michel Salazar é natural de Pará de Minas, e completa 30 anos em 22 de fevereiro. Desde cedo já ilustrava, tendo ganhado vários concursos colegiais de desenho. Aos treze anos, começou sua jornada pelas artes plásticas, em especial pela pintura a óleo, sua paixão até os dias de hoje. O artista é formado em MBA - marketing estratégico e branding (UNA) e gestão da tecnologia da informação (Fapam).

Obras

O artista produz obras sacras, como quadros, divinos e oratórios. Algumas, produzidas em madeira, gesso e resina, se inspiram no tradicional barroco, com peças em policromia, douramento com folhas de ouro e esgrafiado, entre outras diversas técnicas artísticas próprias.

Suas obras de artes plásticas contemplam quadros em variados estilos, como modernismo, pós-modernismo, impressionismo, contemporâneo, clássico renascentista e barroco, impressionista, abstrato, "art nouveau" e arte bizantina, nos quais se destacam variadas técnicas, como pintura a óleo, pintura acrílica e aquarela.

Tempo

Hoje administrador do espaço "Galeria de Arte Michel Salazar", em Pará de Minas, o artista divide seu tempo entre a arte e o design, que sempre o acompanharam ao longo da vida, atuando também em marketing e consultorias de imagem de marca para empresas iniciantes, em que o paralelo entre arte e design produz um resultado mais direto em cada público.

Público

Além de um público mais específico, como arquitetos, decoradores, padres e pessoas religiosas, seu trabalho atrai a atenção de qualquer pessoa interessada em arte e ornamentação, pela beleza das peças e enorme variedade de estilos e técnicas.

— Convido a todos para nos visitarem e conhecer um pouco de nosso trabalho. Lá estão expostos quadros e trabalhos em variados estilos, destacando as mais variadas técnicas utilizadas na construção de cada peça. Aguardo todos vocês — convida Michel.

Comentários
×