“A melhor vacina é a que está disponível”, afirma referência técnica em imunização

Especialista orienta que pessoas não deixem de receber imunizantes por desaprovação à marca

Bruno Bueno

Conforme o Agora traz em reportagem acima, Divinópolis recebeu, no fim de semana, mais 7 mil doses de vacinas contra a covid-19. Nessa remessa estão incluídos os imunizantes da marca Janssen, que é aplicada em dose única. Com a chegada da vacina fabricada pela Johnson & Johnson, a cidade agora tem quatro marcas diferentes de imunizantes ‒ AstraZeneca, CoronaVac, Pfizer e Janssen.

A pluralidade também abre espaço para as dúvidas de grande parte da população. Nas redes sociais, é comum notar pessoas que afirmam não tomar vacinas de certa marca. A maioria alega que alguns imunizantes provocam danos irreversíveis ao corpo e não têm verdadeira eficácia contra a doença ‒ falas que são contestadas por especialistas, como a referência técnica em saúde da Superintendência Regional (SRS), Eliane Peixoto, em vídeo gravado na tarde de ontem. A especialista nega as teses e as classifica como notícias falsas. Segundo ela, a melhor vacina contra a covid-19 é a que está disponível para o cidadão tomar.

Licenciadas

A especialista reforçou que todas as vacinas foram testadas e licenciadas pelos órgãos responsáveis.

— Nós temos quatro fabricantes: AstraZeneca, CoronaVac, Pfizer e, agora, Janssen. Todas as vacinas são licenciadas pelos órgãos responsáveis, tendo uma ótima eficácia na prevenção de casos graves e mortalidade. A melhor vacina é a que está disponível e que temos a oportunidade de tomar — disse.

Não muda

Ainda segundo a referência técnica, é ideal que a pessoa receba na 2ª dose a mesma vacina que tomou na 1ª  

— A indicação e orientação é que a pessoa que iniciou o esquema de vacinação recebendo um imunizante de uma marca deve encerrar o mesmo ciclo se imunizando com o mesmo fabricante. Se tomar a 1ª dose de uma marca e, indevidamente, receber a 2ª de outra, isso é erro de imunização e deve ser acompanhado — afirmou.

Não funciona

Por fim, Eliane Peixoto afirmou que, caso haja uma troca de marcas na segunda dose, a eficácia do imunizante não será contabilizada.

— Não está indicada a aplicação de doses adicionais, ou seja, a pessoa que recebeu imunizantes diferentes estará com seu esquema encerrado — explicou.

Doses

A expectativa é que Divinópolis receba mais imunizantes da Janssen nos próximos dias. Nesta remessa, o Município terá 7.258 vacinas para dar continuidade ao programa de imunização.

No fim da tarde de ontem, foi reaberto o cadastro vacinal para nascidos em 1969 e outros grupos. 







Comentários
×